Follow Us @soratemplates

15/06/2017

Os 5 clichês da literatura fantástica mais legais que já li



Por Milly
Sabe aquele livro que você está lendo e de repente pensa "putz, já sei o que vai acontecer, que clichê"...... Bom, eu não vou falar desses livros, porque hoje eu vim aqui para defender o clichê! Sim, meu caros faroleiros, quero levantar a bandeira das boas leituras o clichê pode proporcionar.
Mostrar que nem todo clichê significa falta de criatividade, vou mostrar livros que os autores pegaram referências, modelos que poderiam cair no velho clichezão batido e sem mais graça e transformaram em livros incríveis.


Em 5° lugar - O Oráculo Oculto   As provações de Apolo #1 (Resenha)

Talvez eu seja suspeita para falar, eu sou fã demais do Rick Riordan, já li todos os livros ligados a mitologia dele, então apesar de suspeita eu tenho créditos em falar que ele é o clichê dele mesmo. (Hã!!?) Sim, é isso. Só admitam. Não estou falando que os livros deles são ruins, eu amo a escrita dele, e provavelmente vou continuar lendo sempre tudo que ele lançar (quero ler também os livros não mitológicos dele).
Eu coloquei esse livro aqui, porque eu realmente achei que desse eu não ia gostar, pois, imaginei que esse "clichê" dele não ia ficar legal com um deus do Olimpo e tal. O que me enganei completamente. Rick apesar de apresentar as coisas que já conhecíamos (pelo menos para aqueles que já o conhecem), e de um roteiro de acontecimentos mais previsível, As provações de Apolo é muito bom! Conseguiu com que eu tivesse uma sensação parecida depois que eu li pela primeira vez Percy Jackson (que foi a primeira série dele que li). As outras são muito boas também, mas acho que depois de Percy, essa série tem tudo para ficar em segundo lugar em relação a livros do tio Rick no meu coração.


Em 4° lugar – Partials

Esse eu acho que não falei nenhuma vez aqui no Clube ainda, mas merecia uma resenha, mas é que já li faz um bom tempo... Então... Foi mal. Esse livro na verdade é ficção científica/Distopia, mas acho que cabe nas minhas regras rs. Esse é um dos menos clichês, mas também clichê (calma, vou explicar). Ele se passa em um mundo distópico onde o mundo não é como antes, onde humanos estão reunidos para a sobrevivência depois de uma "guerra".... E do outro lado tem o Partials que são tipos "robôs", "humanos artificiais", "super soldados"... difícil explicar, pois, eu ainda não terminei de ler a trilogia, falta o último livro. Ele é o menos clichê porque é uma distopia, e como toda distopia se passa em um mundo distópico (), em que se pensa sempre no "eu estou certo e meu vizinho é o errado" (e algumas coisas que poderia ser spoiler, apesar de não ser uma grande surpresa). Mas é um livro muito bom e também não tanto clichê! Foi uma surpresa muito boa esse livro, eu comprei ele meio que no escuro e não me arrependi! É uma ficção científica como poucas e com um enredo que te prende. Sério, vale muito a pena!


Em 3° lugar - O Desafio de Ferro  Magisterium #1  (Resenha)

Aqui existe uma escola de magia, um garoto, amigos.... E várias coisas que vão sim remeter a HP e inúmeras outras histórias e blá blá blá, sim eu sei! Mas leia antes de julgar!! Sério, eu estou gostando bastante dessa saga, apesar de sim, ter seus clichês, não é uma cópia, acho que as autoras conseguiram passar bem isso durante toda a narrativa. E o mais legal é que já está no terceiro livro e vai ficando cada vez melhor, acontecendo coisas que sim, não esperávamos, e coisas que são óbvias, e mesmo assim não tira o gosto da leitura. Então esse é um clichê que índico muito.

Em 2° lugar- O Aprendiz — Conjurador #1 (Resenha)

Bom aqui não é bem um clichê, mas um livro cheio de referências, o próprio autor já disse que esse livro é uma mistura de Harry Potter, Senhor dos anéis e Pokémon! E tipo, é muito isso!! Sou completamente apaixonada por essa trilogia, quase coloco ela em primeiro, mas como eu vejo mais referências do que clichê nela, o lugar dela é aqui em segundo. Indico muito, não deixe de ler, muito amor por essa trilogia até agora, maluca para ler o último livro.



Em 1° lugar - A Trilogia do Reino (Resenha do 1ºlivro)

Não nego os vários clichês de fantasia medieval aqui! Não nego mesmo, mas com certeza é uma das melhores trilogias que já li, pelo menos tem o melhor personagem principal, não tem como não se apaixonar de cara pelo Sage! Te desafio a isso, leia a primeira página, nem precisa ir tão longe se não gostar, mas não tem como não se encantar com ele (você não é uma pessoa confiável se pensar o contrário). Tá que ele tem umas ideias loucas que só daria certo com ele, e tipo tem várias coisinhas que se você lesse esse livro racionalmente você notaria clichê, mas é tão bom que você nem se importar. E não é para se importar mesmo, leia e seja feliz e ame o Sage!!!!


É isso! Às vezes os clichês são os melhores remédios para a cura de uma ressaca literária pesada, não tem nada melhor do que ler um clichê do que gostamos, esses foram os meus maiores amores nem sempre tão surpreendentes (alguns sim), mas são livros que mais gostei de ter lido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!