Follow Us @soratemplates

23/05/2018

Resenha :: Um Ano Sabático


Olá pessoal! Prometi que voltava e voltei!

Hoje iremos conversar sobre um livro muito forte e profundo: Um Ano Sabático da querida autora Renata R. Corrêa. Acompanho a Rê desde o início e posso afirmar que seu crescimento como autora é mais que incrível na obra aqui apresentada!

Quem nunca viveu com mil coisas para fazer em um dia de apenas 24h? Muitas vezes (quase sempre) estou assim... E a leitura de hoje está me fazendo refletir – muito, sobre toda essa agitação da vida. Bora lá?


Em Um Ano Sabático, conhecemos Rafaela, uma jovem que saiu de uma cidade do interior e veio para a cidade grande, pois iria cursar a faculdade de fisioterapia. O tempo passou e Rafaela – Rafa, já está formada e trabalhando em uma clínica voltada para sua área. Mas, o que ela não esperava era que todo o acúmulo de trabalho somado ao seu defeito de não saber negar as coisas fossem lhe causar tanto mal.

Já falei do Bruno? Então, ele é o namorado da Rafa... Só que o Bruno anda meio querendo coisas (casar e filhos) que a Rafa não está muito afim no momento... Tá bom ou quer mais? Isso tudo já é mais que suficiente para uma pessoa ficar meio saturada, né?

Meu ano sabático estava começando... um fim para o começo.

Rafa anda muito nervosa e agitada, pois seu trabalho está “sugando suas forças” e o pouquinho que resta seu namorado faz questão de desperdiçar com brigas sem futuro. Certo dia, Rafa está no trabalho quando é pega por uma crise de nervos. Assim, Rafa é obrigada a viver seu ano sabático... É isso aí! Ela foi obrigada a “pisar no freio” da vida.


Mas não foi simplesmente uma pausa, o que a Rafa tem é ainda mais sério. Ela descobre que esta sofrendo com a Síndrome de Burnout. Ela dá então início ao seu ano sabático - de uma forma meio forçada, né?

— O Burnout, Rafaela, além de ser caracterizado por um estresse intenso, tem algumas outras características muito parecidas com a depressão e ansiedade — falava calmamente. — Geralmente se desenvolve depois de um esforço excessivo no trabalho, quando o desejo de realização profissional se transforma em obstinação e compulsão.

Cansada de viver da maneira que estava, Rafaela está determinada a mudar de vida e dar um basta em tudo que não lhe faz bem. Justamente nesse ponto da história, Rafa sai em busca de uma vida melhor, tranquila e principalmente feliz.

Em meio às mudanças, Rafaela encontra um novo amor. Um amor que não cobra, pelo contrário, um amor que soma e ajuda.

Pontos finais, muitas vezes, significam justamente novas oportunidades.

Narrado em primeira pessoa, podemos viver e sentir as coisas pela óptica de Rafaela. No meu ponto de vista esse é o melhor livro da autora até o momento.

Um Ano Sabático é de fato uma leitura para se refletir a vida. Pensar e analisar como estamos levando nossa vida.

É CONCLUINDO UM CICLO QUE SE INICIA OUTRO.

Vocês podem conferir o book trailer da obra aqui:


E conhecer mais da autora em: www.autorarenatarcorrea.com

Um Ano Sabático pode ser adquirido em formato digital na plataforma Amazon, clicando aqui!

Beijos e até mais!


Nota :: 

Informações Técnicas do livro

Um Ano Sabático
Renata R. Corrêa
Ano: 2017
Páginas: 264
Editora: Independente
Sinopse (Skoob):
Quando os sonhos de Rafaela, uma jovem fisioterapeuta, se transformam em pesadelos, ela é diagnosticada com Síndrome de Burnout. De repente, nada mais em sua vida parece fazer sentido, e na busca de si mesma e da felicidade perdida ela precisará ter coragem para recomeçar do zero.
No seu ano sabático, um tempo de descanso, aprendizado e recomeços, ela se redescobrirá, encontrando coisas que se perderam com o tempo e tentará resgatar a simplicidade dos valores importantes da vida. No meio dessa encruzilhada, que definirá o rumo do seu destino, ela conhecerá o amor verdadeiro. Tudo isso serão pilares fundamentais para sua recuperação e, quem sabe, para encontrar a verdadeira felicidade.

8 comentários:

  1. Que lindeza! Muito obrigada pelo carinho de sempre, Rê. Obrigada a todos vocês do blog. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oii tudo bom?
    Achei bem legal a perspectiva do livro tão à mostra. Gosto da ideia de ler uma obra e ter reflexões acerca de algo. O mundo em si anda muito corrido e muito nervoso. É bem legal a proposta da autora em mostrar isso através da protagonista. Essa insastifação.
    Amei. Beijos.

    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem ?

    Não conhecia o livro , estou conhecendo agora e da melhor forma possível. Que resenha linda, recheada de quotes e ainda tem booktrailer....amei ! O livro parece ter uma boa proposta e ser bem centrada nela, com certeza uma ótima dica de leitura.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Ah, todo mundo precisava ler um livro assim, porque essa é a realidade de muita gente. Nós sempre nos cobramos demais, nos propomos a fazer um zilhão de coisas e não sobra tempo de respirar e viver de verdade. Amei a proposta do livro, é o tipo de reflexão super válida, principalmente nos dias de hoje.

    Ótima resenha, beijos.

    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Renara,
    Amei demais tua resenha e indicação. Me identifiquei com essa personagem e acredito que estou nessa situação viu, nunca tinha ouvido falar dessa síndrome e dei uma pesquisada aqui e percebi que preciso dar uma parada e respirada no trabalho, sou exatamente assim, meu dia nunca é suficiente pois nunca consigo completar minhas atividades em apenas 24 h hahahah e fico bem frustrada por conta disso. Amei a premissa dessa história e já deixei anotada aqui para uma leitura próxima!

    Bjokas da Elo! <3
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Uauuuu... é a primeira vez que vejo um livro não técnico falando dessa síndrome. No ano passado levou alguns japoneses a morte. Muito triste. Já queri ler, pois super apoio anos sabáticos.
    Bjs!
    gatitaecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, como vai? Lendo a resenha desse livro me identifiquei muito com a história dele, ano passado estava com tanto trabalho na escola, coisas da faculdade e da minha casa para cuidar que eu estava me sentindo saturada e querendo jogar tudo para o alto, mas felizmente consegui chegar ao termino do contrato de trabalho com a sanidade inteira...kkk
    Não tirei um ano sabático para me recuperar mas, fiquei quatro meses em casa cuidando da minha saúde e de mim, as vezes o que mais precisamos é de um tempo para não pensar e fazer coisas que nos deixam feliz, sem pessoas nos cobrando o tempo inteiro. Assim, que tiver uma oportunidade irei comprar esse livro, amei a sua resenha.

    Beijos e Abraços VIVI
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  8. Eu sou dessas que prioriza muito o bem estar, independente de qualquer coisa rsrs, talvez por isso ainda seja pobre, kkk Não me prendo nesses dramas atuais de excesso de trabalho e tal, sou pressão 0 :)
    Já add o livro na lista da amazon e lerei assim que puder, acho que me identifiquei muito!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!