Follow Us @soratemplates

16/02/2017

TAG :: Clube do Farol





Beleza meu povo, eu entrei no blog esse ano e já estou comemorando aniversário.
YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAY!
E sem muita demora, BORA PRO POST!




 Encontrando o Farol - Um livro que te deixou em paz
Alucinadamente Feliz – Jenny Lawson 

Estava eu, na livraria do shopping aqui na minha cidade dando uma olhada nos lançamentos, quando me deparo com um guaxinim em pé, de braços abertos ao vento, olhos esbugalhados e sorrindo, em uma capa onde papel iluminado simula folhas secas de outono. Eu olhei pra ele... Ele olhou para mim... Então ele disse: "me compre". Não deu outra, foi um dos primeiros livros que li sem saber absolutamente nada sobre o livro.
Esse é aquele tipo de livro que você lê quando esta ruim, se sentindo pra baixo ou esta entediado. Ele é um livro engraçado e ao mesmo tempo melancólico, em algumas partes você sente o sufoco da autora assim como em outras partes você sente vergonha com ela ou ri da situação dela.
Ele me dá paz porque ele alivia todo o estresse de um dia, é como um sofá confortável ou uma cama.


 Luz do Farol - Um livro que mudou a sua vida
Clube da Luta – Chuck Palahniuk

Esse quase acabou com a minha vida. Sempre gostei muito do filme, acabei ficando muito curioso pelo livro, e em vários momentos ele te da um monte de tapas na cara, criticando a sociedade em que vivemos; nosso consumismo desenfreado; a falta de se importar com as pessoas desde que elas estejam fazendo sua função, como uma engrenagem em uma máquina; a forma que nos colocamos o dinheiro a cima de nossas vidas; e melhor de tudo ele mostra que ter não é ser.
Esse livro foi um dos que eu terminei e recomendo para qualquer pessoa que queria ler algo com uma critica forte ao que vivemos hoje.


 Farol Perdido - Um livro que você não entendeu nada
Lis no Peito – Jorge Miguel Marinho

Talvez eu não tenha o entendido por ter lido muito mais jovem, é um romance nacional e existem muitas partes em que fiquei perdido já que (pelo o que me lembro) a história é narrada por uma personagem testemunha.
Me lembro de ter terminado o livro com cara de quem entra na aula de física por engano.


 Farol Apagado - Um livro que você abandonou
Julgamento de Gabriel (O Inferno de Gabriel #2) – Sylvain Reynard

Na verdade eu abandonei os 2 últimos livros da trilogia de Gabriel porque eu vi que não ia dar em muita coisa, comecei a ler porque tinha algo a ver com a divina comédia.
A personagem principal: Julia, deve sofrer de algum tipo de síndrome de estocolmo, eu nunca vi alguém amar uma pessoa que te trata de uma forma tão ruim como o Gabriel faz.
Comecei a ler Julgamento de Gabriel, mas perdi a vontade muito rápido (dois parágrafos), ainda me esforcei para ler mais umas 4x, mas não deu, talvez não seja mesmo meu tipo de livro.


 Farol Caído - Um livro que derrubou todas as suas expectativas
O Começo de Tudo (Wild cards #1) – George R. R. Martin

Olhei a capa e vi um cara forte com um martelo gigante (depois de um tempo notei que não era martelo e sim uma parte de um tanque) e o nome George R. R. Martin, pensei: "liga da justiça sofredora" e na verdade é um compilado de vários contos de vários autores diferentes que se passa em épocas diferentes.
O livro começa em 1945 no final da segunda guerra, uma bomba explode e um monte de gente começa a ter mutações.
Eu tenho uma relação de amor e ódio com esse livro, ele me bota contos muito bons com contos muito chatos, o que infelizmente o torna uma leitura cansativa.


 Farol Incendiado - Um livro que te fez sentir muita raiva (por ser bom ou ruim)
O Garoto Cabra (A Lenda de Ruff Ghanor #1)  – Leonel Caldela

Essa é uma história pela qual eu tenho amores infinitos. Ruff Ghanor, o garoto achado em uma caverna enquanto se procurava uma cabra, o garoto de uma família muito esquecida que se torna um grande clérico guerreiro.
Porque eu tenho raiva desse livro? Eu o li em seu lançamento, e no final tem um desfecho de uma história, e um CLIF HANGER. Mas não é aquele Clif Hanger clichê de o vilão voltar no próximo livro ou do protagonista terminar jurando vingança. Não, meu amigo e minha amiga, esse clif hanger é uma sacanagem tão grande com quem é ansioso que ele bota o seu queixo no chão, sua cabeça explode, seu cérebro escorre pela parede e quando ele chega no chão ele da um salto para uma infinidade de perguntas sem nenhuma resposta porque VOCÊ LEU O LIVRO NO LANÇAMENTO E NÃO TEM COMO COMPRAR O SEGUNDO PORQUE ELE NÃO EXISTIA.
Agora essa raiva amenizou um pouco, porque já tem o segundo livro e agora meu ódio é distribuído a ele PORQUE NÃO TEM UM TERCEIRO LIVRO. Deus me livre, é muita agonia, socorro.


 Farol Turístico - Um livro que se passa em algum lugar que você quer conhecer

A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr

Ah gente, não precisa de explicação né? Imagina a vista do pico mais alto do paraíso, imagina conhecer todos aqueles guerreiros e sábios, o sentimento de passar por tudo isso deve ser um júbilo indescritível.



 Farol Impostor - Um livro que você achou que era uma coisa, mas era outra
Ozob - Vol.1: Protocolo Molotov (Ozob #1) –Leonel Caldela e Azaghal

Estava esperando que fosse a história fosse replicante se drogando e explodindo coisas, (tudo bem que tem essas partes também) mas a carga emocional desse é muito pesada. Tortura física e psicológica, pornografia com pessoas deformadas, estupro, drogas, escravidão, canibalismo, russos, auto mutilação, terrorismo, psicopatia, submissão e no meio de toda essa violência, a esperança, que é a luta de uma banda punk fazendo show de guerrilha, se opondo ao sistema que, diga-se de passagem, consegue ultrapassar o opressor, eles nem tentam disfarçar, sentam a porrada mesmo. Sem contar as cenas de luta, que são inacreditáveis de tão bem explicadas, e não me deixe começar a falar de todas as referências a bandas punks e teorias de conspiração. 


 Luz que Te Guia - Um livro que te iniciou em um gênero literário novo

Deuses Americanos – Neil Gaiman

Este foi o livro que me abriu as portas para um mundo de fantasia urbana. Ele conta a história dos imigrantes do Estados Unidos e o que aconteceu com as crenças dessas pessoas que imigraram junto com elas.



 Luz no Meio da Tempestade - Um livro com uma cena ou um acontecimento que salva o restante do livro
Encruzilhada – Kasie West

Esse livro segue basicamente duas linhas temporais de uma personagem que pode ver o futuro: se ela tivesse um futuro normal e se ela continuasse na sua vida com poderes.
Acontece que a parte em que a vida dela é normal, seria um romance incrível se só ele existisse, o que vale todo o livro.



 Falha no Farol - Um livro que todos amam menos você

O menino de Pijama Listrado – John Boyne

Sei lá, não me prendeu, talvez o fato do protagonista ser criança não tenha me agradado... Fazer o que né, eu gosto de coisas que chocam.




 Encontro no Farol - Um livro que tem os personagens mais shippaveis
Ozob e Vivika (Ozob - Vol.1: Protocolo Molotov– Leonel Caldela e Azaghal

O replicante, albino, palhaço, sem nariz, especialista em explosivo junto com a assassina geneticamente modificada com D.N.A. de leopardo (ou tigre, não lembro), que tem cabelos e garras de mercúrio que se modificam de acordo com a sua vontade. Mais perfeito que isso só Ozob e Califórnia.



 Clube do Farol - Um livro que você leu com amigos ou que foi uma indicação do blog (Clube do Farol)

Trono de vidro – Sarah J. Maas

Tirando que eu fui o último a terminar esse livro (porque eu estava lendo outras coisas) esse foi um livro que me decepcionou em apenas um detalhe: as lutas, não acontece uma coisa legal nas lutas, mas o livro vale pela história, o romance, os ataques de raiva da Celaena e como apesar de ela ser uma assassina experiente. Ela continua sendo uma garota.

2 comentários:

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!