Follow Us @soratemplates

13/10/2017

Resenha :: Um dia


Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988 quando ainda eram universitários. Ambos sabem que após a formatura deverão seguir caminhos completamente diferentes, mas eles precisaram de apenas um dia juntos para descobrir que não podem viver distantes um do outro. Mesmo com tamanho sentimento eles tomam caminhos diferentes e vidas isoladas. Porém o dia 15 de julho nunca saiu de suas cabeças e bastam breves encontros para eles perceberam que pertencem um ao outro.

"De repente me peguei pensando em você, e pensando que pena que não está aqui para ver isso, para vivenciar isso, aí eu tive a seguinte revelação. Você deveria estar aqui comigo."

Você pegando o livro pela primeira vez e lendo essa sinopse já começa pensar que é um livro bobinho de amor que é mais do mesmo e não tem nada para acrescentar. O pior que quando você começa a leitura isso se confirma.

“Você pode passar a vida inteira sem perceber que aquilo que procura está bem na sua frente.”

Estou na minha leitura agradável, a leitura é muito agradável, quando sou pego de surpresa por Emma Morley e o livro toma um rumo completamente diferente daquele que imaginei ao ler a sinopse.

"Ao abraçá-la, a Tottenham Court Road iluminou-se gloriosa e transformou-se numa rua de sonhos."

Em e Dex, Dex e Em são aqueles casais de personagens você gosta de acompanhar até a última página e quando termina você fica triste por não poder saber mais deles. Isso complementando com a história de vida que os dois compartilham conosco. O livro foi muito bem escrito e transmitiu muito bem suas mensagens. A vida é feita de momentos fáceis e está tudo bem e de momentos difíceis onde nada parece dar certo. A vida é assim e não tem como evitar. Contudo, com um pouco de perseverança, foco e ambição você consegue dar a volta por cima, mesmo quando isso não parece ser possível. Aposto que foi nesse ponto que passei amar muito mais a Emma. E o caminho que o Dex fez o oposto e acho que mais doloroso. Você tem tudo e do nada não tem mais nada. Mas nem tudo está perdido. Um pouco de perseverança e você pode mudar sua vida completamente.

"Era hora de dar um sentido à vida. Hora de começar de novo."

David Nicholls nos deu uma aula de boa escrita. Ele conseguiu se redimir comigo, pois eu tinha lido “Nós” e odiado. Digo que darei mais uma chance a ele. “Um dia” é um livro simples e cativante desde o início.

Nota :: 

Informações Técnicas do livro

Um dia
Ano: 2012
Páginas: 420
Editora: Intrínseca
Sinopse (Skoob):
Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

2 comentários:

  1. Um Dia já foi adaptado para o cinema, mas ainda não vi o filme nem li o livro. Desanimei de ler quando vi algumas resenhas negativas do livro por isso me surpreendi com sua resenha positiva.
    Gostei bastante da resenha. Parabéns.
    Abraços,
    André | Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelos elogios. Agora é só se esforçar para cada vez mais as resenhas ficarem melhor.
      Vou te confessar uma coisa: achei o filme um pouco melhor.

      Excluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!