Follow Us @soratemplates

06/07/2019

Resenha :: O Futuro Que Nos Roubaram


Como começar, a falar de uma história que começou a ser contada e que conta com o DNA da autora, trazendo nesse conto a mais quebrada de suas personagens, que não traz nenhuma cicatriz que possa ser vista, mas sua alma tem todas as cicatrizes que uma mulher pode trazer?


Que desde o começo sabemos que tem a maior das dores de uma mãe que é enterrar o próprio filho, que tem segredos dos mais dolorosos em seu coração e que vê no melhor amigo do filho, tudo que o filho teve roubado e ainda mais daquilo que ela mesmo perdeu.

… lembro-me que o Andrew esteve o tempo inteiro de pé ao lado do caixão. No final, ficamos nós dois olhando para a terra que cobria o meu filho para a eternidade. Dias depois todos comentavam que ele tinha partido sem se despedir dos pais.


E ainda sim ser uma história sobre redenção, recomeço, esperança e. principalmente, sobre o efeito curativo do amor sobre nossas dores, nossas perdas, nossos medos e, principalmente, sobre nossos traumas mais profundos. Que com a sensibilidade de tocar a alma de quem lê, Sofia traz uma personagem com toda a sabedoria do tempo, também com seus aprendizados e que, trilhando seus últimos anos, se permite aquilo que seria impensável para muitas pessoas, que é viver plenamente e de todas as formas, se importando, amando e cuidado do que lhe é precioso.

Pela primeira vez eu percebi o quão jovem você é. E como, mesmo com tudo que viveu, eu olho para você e me faz bem. Me traz paz. Não é só a sua forma calma e meiga de ser, mas a sua aparência que reflete isso tudo.

Diz-se que quando o capítulo deixa algo por contar, deixa um gancho, nesse caso, esse “gancho” daria para pescar uma baleia, porque a sensação de urgência do que existe após o fim, é tão grande, tão urgente que faz o coração ficar ansiando tanto quanto a curiosidade por tudo que ainda pode ser contado, que precisa ser contato, que não pode simplesmente terminar ali.


Parto, quando só quero ficar. Deixo-a, quando só quero dizer que a amo.

E sobretudo, que todas as emoções pelas quais passamos, precisam de mais para finalmente ficarem em nosso coração, com mais uma história contada de amigos queridos, que conhecemos ao longo dessas páginas. Amigos esses que nos fizeram chorar, sorrir, suspirar e acreditar que o amor, todas as formas de amor, vale muito mais que o peso em ouro, que a opção de não amar e não se permitir seR amado. Que enquanto houver vida, o legado de quem amamos será honrado e mantido e que existira a chance de um começo, que vem com tudo de antes, porém melhor, pois traz a certeza de ser ainda melhor, porque tem o sabor de segunda chance.

Fico aqui na torcida, para que esse conto ganhe uma história completa e permita ao leitor saber o que acontece depois, e de preferência com o final digno de todas as histórias da Sofia Silva.


Esse conto está disponível em livro físico, numa coletânea com outros contos, publicado numa lindíssima edição em capa dura. E também em e-book pela Amazon, para leitura inclusive pelo Kindle Unlimited. Posso garantir que será uma leitura incrível seja como escolher, eu escolhi ambos e posso afirmar isso. Foi meu primeiro livro dessa editora e me surpreendi de maneira mega positiva, e já me animei para outros livros em um futuro próximo.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

O Futuro Que Nos Roubaram
Para Você
Ano: 2019
Páginas: 233
Sinopse:
Uma promessa
Dois segredos
Três vidas devastadas

"Dois anos após a morte do seu filho, Mia Andersen refugiou-se ainda mais do mundo que sempre a tratou mal, até ao dia em que recebe uma visita inesperada.
Andrew Cooper correu para longe após a morte do seu melhor amigo, levando consigo um segredo devastador, contudo precisou voltar.
Uma promessa precisa ser cumprida.
Entre segredos dolorosos, mal entendidos devastadores e uma trágica morte, Mia e Andrew vão compreender que às vezes não conhecemos quem mais amamos.
O FUTURO QUE NOS ROUBARAM é um romance dramático sobre a cura de duas almas."


 _____Sobre a Autora_____

Sofia Silva


Sofia Silva nasceu em Vila Nova de Gaia, Portugal. É licenciada em Ensino Básico (1º Ciclo) pela Universidade de Aveiro.
Amante da literatura, em especial da poesia e, nela, de Pablo Neruda. Sempre gostou dos sentimentos contidos nas palavras e do poder que exercem sobre os leitores. Ávida devoradora de romances, com predileção pelos dramáticos de final feliz, desde jovem participa ativamente do meio literário.
Em dezembro de 2014, iniciou-se na ficção através da plataforma online Wattpad com a Série Quebrados, cujo foco são histórias sobre violência doméstica, deficiência física e abuso sexual.
Com mais de 1 milhão de leituras e o apoio fervoroso das leitoras brasileiras, publicou, dois anos depois, o seu primeiro livro na Amazon, Sorrisos Quebrados, atingindo o top 10 de vendas em ebook no Brasil.
Para o futuro, deseja continuar a dar voz aos problemas da sociedade através de personagens que ultrapassam inúmeros obstáculos e merecem ser felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!