Follow Us @soratemplates

24/11/2018

Resenha :: Amor Imenso


Olá, faroleiros, vocês curtem uma releitura?? Pois eu curto tanto que costumo comprar e ficar com um livro na estante se ele valer uma releitura em minha opinião, a não ser que o livro tenha sido um presente, é claro. Isto foi o que aconteceu com este livro, uma amiga me emprestou para lê-lo a mais de um ano atrás e eu amei tanto a história que fiz questão de comprar ele nestas promoções da vida e esta semana eu pude relê-lo. Amor Imenso da autora Penelope Ward é o livro do qual estou escrevendo e quero muito compartilhar com vocês o que eu achei desta história.


Amélia Payne morava com sua mãe e avó quando conheceu aos 10 anos o garoto que iria se tornar seu melhor amigo, Justin Banks. Porém o que era apenas uma amizade, em seu coração, mesmo sem coragem para confessar a ele, com 15 anos, a paixão estava brotando e em meio a todos estes hormônios de adolescentes, ao se sentir traída por Justin e sua mãe, Amélia foge de tudo e todos e se muda para a casa de seu pai. Porém quando se arrependeu e tentou se desculpar com o Justin, não foi mais possível.

Dez anos depois Amélia é professora na cidade de Providence e após um mês após o falecimento de sua avó materna, ela recebe a notícia do advogado que se tornou a herdeira de 50% da casa da praia em Newport, na ilha de Aquidneck e que os outros 50% da casa sua avó deixou para o Justin.

Dividir a casa com o homem mais atraente que você já conheceu é como tirar a sorte grande, certo? Não se ele for Justin, o único homem que eu realmente amei e que agora me odeia! O garoto cujo coração eu parti anos atrás e que se transformou em um homem lindo, sarado e com um gênio de cão.

E agora, como compartilhar uma casa com seu ex-melhor amigo e que também foi sua primeira paixão? Ela não tem ideia, mas resolve ir passar suas férias de verão lá, só não contava que ele fosse aparecer também, alguns dias depois com a mesma ideia, porém levando a namorada junto. O encontro foi bem pior do que ela esperava, porém, toma a decisão de agir com cordialidade, mesmo diante de toda a grosseria dele para com ela e para completar acaba fazendo amizade com a namorada dele, o que só complica tudo muito mais, porque ao mesmo tempo sofre com a tremenda atração que sente pelo Justin e também com a saudade da amizade perdida.

– Você já traiu alguém?
Ele hesitou em responder.
– Sim. E não me orgulho disso. Eu era mais novo. Não faria isso hoje. Acho que, se você está se relacionando com alguém e se interessa por outra pessoa, tem que romper o relacionamento antes. Traição é coisa de covarde.

Como eu já vivi esta situação de ser traída, concordo plenamente com esta citação. Esta é uma das coisas de que mais curti nesta história, a forma como a autora desenvolveu o conflito da amizade de infância rompida, a atração entre eles agora adultos e dividindo o mesmo espaço, a relação dele com sua namorada atual, a amizade da Amélia com ela; foi tudo escrito com uma sensibilidade que me fez apaixonar pela história e pelos personagens. Foi simplesmente maravilhoso a forma como a autora lidou com todo o enredo criado por ela para a história, com drama, comédia e romance na medida certa.

Não se cobiça outra pessoa quando o relacionamento é saudável. É uma indicação de que falta alguma coisa, mesmo que você não saiba exatamente o que é. E, se o desfecho já está decidido em sua cabeça, não tem motivo para adiar a decisão.


Apesar de conter algumas cenas bem picantes, eu não considero este livro como hot, para mim ele é sim a história de uma linda amizade de infância que tem tudo para se tornar uma linda história de amor no presente. Destaco que é um livro relativamente pequeno, com uma narrativa super fluida e de fácil leitura; é um romance fantástico, com um final maravilhoso e recomento muito para quem ama romance como eu e dou nota 5/5 sem medo.


Boa leitura,

Carol Finco


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Amor Imenso
Quando um mal-entendido vira combustível para uma tórrida história de amor
Ano: 2017
Páginas: 272
Editora: Essência
Sinopse:
Desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso. Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava.
Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes. Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato. Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e... muito mais atraente. Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?

2 comentários:

  1. Oi Carol,
    Adorei a resenha. Eu também amo esse livro! Depois que terminei de ler Amor Imenso prometi que leria tudo da Penelope Ward, mas até o momento não cumpri com essa promessa. Vou tentar fazer isso em 2019.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  2. eu to de olho nesse livro faz um tempo, mas não me lembrava mais do pq queria tanto ler, aí sua resenha fez eu sorrir muito e ter mais certeza que quero essa leitura!!
    Que fofura de livro e tô mega curiosa com o final desse problemão!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!