Follow Us @soratemplates

10/03/2018

Resenha :: Anne de Avonlea


 Pode conter spoiler do livro anterior.

Confira a resenha de Anne de Green Gables, clicando aqui.


É maravilhoso quando o segundo livro de uma série permanece tão fantástico quanto o primeiro né? Isto é justamente o que acontece com a história de Anne no livro Anne de Avonlea. O título já nos dá uma dica sobre a continuação da vida de Anne, o que no primeiro livro estava focado na sua nova casa, agora se expande por todo o condado de Avonlea.

A história começa no mesmo tom da anterior, me fazendo rir muito. Depois de todos os acontecimentos do primeiro livro, a Anne terminando os seus estudos de nível médio retorna para Green Gables e será a nova professora da escola de Avonlea Assim como vários de seus amigos serão professores em outros condados na ilha. Devo declarar que achei isto super interessante pois ela não tinha ainda nem 17 anos completos. Agora temos uma jovem, que apesar da pouca idade, amadureceu bastante, mas não mudou nem um pouco sua essência, ou seja, algumas coisas permanecem as mesmas. Outra coisa muito boa é que os ensinamentos para a nossa própria vida continuam de maneira fantástica.

“ – Este mundo é muito bom, apesar de tudo; não é Marilla? – concluiu Anne, com ar contente. – Outro dia, Mrs. Lynde queixou-se de que não se pode esperar muito do mundo. Ela disse que todas as vezes que ansiava por algo prazeroso, o desapontamento era quase certo... talvez isso seja verdade. Mas tudo tem seu lado bom, também. As coisas ruins tampouco atingem suas expectativas, e quase sempre acabam sendo muito melhores do que imaginávamos”.

Nesta história temos o acréscimo de vários personagens que dá o bom andamento do livro, um dos principais acréscimos são os filhos gêmeos de um primo de terceiro grau já falecido da Marilla que após o falecimento da mãe deles, vão morar com ela e a Anne em Green Gables. A Anne fica muito feliz com isto pois poderá fazer por aquelas crianças o que a Marilla e o Matthew fizeram por ela. Eles têm apenas 6 anos e são duas crianças lindas, mas o que a Dora tem de todos os tipos de bons modos, o irmão Davy é exatamente o oposto, e é ele que nos traz boa parte das novas confusões e gargalhadas nesta história.

“ – De qualquer forma, vai ter muita compota no céu, e isso é um conforto – ele comentou satisfeito. Anne interrompeu um sorriso que se ensaiava. – Talvez tenha... se nós pedirmos muito – ela respondeu. – Mas o que o faz pensar assim? – Ora, está no catecismo. – Oh, não, não há nada assim no catecismo, Davy. – Pois eu lhe digo que há – persistiu o menino. – Estava naquela questão que Marilla me explicou no domingo passado: “Por que devemos amar a Deus?”, e a resposta era: “Porque Ele conserva, e nos liberta.” E conserva é só uma forma celestial de dizer compota”.

E é neste ritmo gostoso que segue todo o livro, uma narrativa maravilhosa que nos prende de maneira surpreende, com muitos momentos para tocar nosso coração e outros para nos fazer chorar de tanto rir. E não pense você que só porque o livro é fino que a leitura é rápida. Pelo contrário, a história é tão rica que precisa ser lida com calma para ser apreciada devidamente.

Não vou falar mais pois o que torna este livro tão fabuloso são as surpresas que ele nos traz a cada capítulo e sabemos que a expectativa do que estar por vir em uma história é o que nos prende na leitura, mas digo que continuo apaixonada por este lindo universo criado pela autora e na expectativa pelo terceiro livro que está sendo lançado pela Editora Pedrazul. Torço muito para o que desejo para a Anne e o Gilbert finalmente aconteça, mas principalmente espero que a autora tenha permanecido nesta mesma linha narrativa e sem mudar a personalidade dos personagens. Que o terceiro seja tão apaixonante quanto o primeiro e o segundo, pois os dois são 5 estrelas com um coração!!!


Boa leitura,

Carol Finco


Nota ::  


Informações Técnicas do livro

Anne de Avonlea
Anne de Green Gables #2
Ano: 2017
Páginas: 220
Editora: Pedrazul
Sinopse (Skoob):
Desde que chegou a Green Gables, como uma menina órfã, Anne Shirley conquistou o amor da população de Avonlea e a reputação de se meter em confusões. Agora com de 16 anos, sentindo-se quase adulta, suas aventuras continuam a emocionar e a divertir o leitor. A jovenzinha de olhos acinzentados e cabelos ruivos, tão apimentados quanto o seu temperamento, é a nova professora da escola municipal, e, por ser pouco mais velha do que seus alunos, a realidade de seu trabalho torna-se um verdadeiro teste para seu caráter. Além de ensinar aritmética e ortografia, Anne passa a entender como a vida pode ficar complicada quando ela interfere no romance de seus amigos, e quando começa a questionar o estranho comportamento do charmoso Gilbert Blythe. Seu espírito irrepreensível e sua imaginação vibrante com frequência a envolvem em divertidas travessuras e confusões, e sua incessante busca por ‘almas gêmeas’ a coloca em contato com novos e adoráveis personagens. Nesta clássica sequência de "Anne de Green Gables", a autora mais uma vez descreve suas memórias juvenis da Ilha de Prince Edward, ao retratar a antiga vila de Avonlea, situada entre as belezas naturais da costa canadense. Apesar de Anne e seus amigos habitarem épocas antigas, quando ainda eram utilizadas lamparinas e charretes, os sonhos para o futuro, as sublimes aspirações e visões românticas fazem de Anne uma heroína para todas as idades e de todos os tempos. Desde a estreia de Anne em 1908, gerações de leitores ao redor do mundo cresceram na companhia da jovem moça de olhos vivazes e cabelos brilhantes que repete o tempo todo: "por favor, diga que são acobreados, e não ruivos".


Editora Pedrazul atualmente é a editora que mais se dedica à tradução e à publicação de obras mundialmente consagradas, algumas ainda desconhecidas no mercado editorial brasileiro, como os autores que influenciaram o estilo da mais famosa escritora inglesa de todos os tempos, Jane Austen. Também atua no segmento romance histórico e de época escritos por autores contemporâneos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!