Follow Us @soratemplates

24/03/2018

Resenha :: Ross Poldark (Poldark #01)


No livro a história é dividida em três partes o que facilita muito o entendimento da história, porque cada parte vai focando em um momento e não te deixa perdido no meio dos acontecimentos. Tudo é feito de uma maneira tão brilhante que a medida que as coisas acontecem não tem como parar de ler e de amar a história. Agora vamos à história.

Ross Poldark retorna a Cornualha como Capitão Poldark, depois de passar três anos no exército, tendo lutado na guerra da independência estadunidense. E é nesse retorno que a história começa com um Ross, cansado e ferido nessa guerra cruel na América. Mas o alegre retorno que ele esperava se torna amargo, pois seu pai havia morrido, sua propriedade estava abandonada e a garota que ele amava estava noiva de seu primo. 

Apesar do clima desolador, a escrita do livro te coloca no ambiente daquela época, e mostra que uma pessoa era forjada pela vida e pela natureza e com uma esperança de que as coisas podem e vão melhorar. Porque a narrativa te mostra o ambiente da história sem pressão nenhuma e logo você se imagina em uma terra sem asfalto, onde as pessoas lutam para sobreviver e encontrar momentos de felicidade na dura rotina do dia-a-dia. Onde uma palavra vale um contrato e a honra pode ser decidida nos punhos ou na bala. Mas também onde o amor é puro e o romance é feito a luz da lua e das velas. E todos os contrastes constroem a história de maneira cativante.

Em poucos capítulos você começa a se apaixonar por Ross, ele vai mostrando sua humanidade em cada atitude e mostra que, mesmo em condições precárias, é possível uma pessoa mostrar seus valores e fazer diferença na vida das pessoas. Sua compaixão pelos mineradores e rendeiros desamparados do distrito o leva a resgatar uma faminta menina de rua, que estava brigando em uma feira, um ato que altera todo o curso de sua vida.

Nesse momento você fica irremediavelmente preso à história, a pequena menina, vestida com as roupas dos irmãos, lutando para proteger seu cachorro da crueldade de outros meninos, te conquista mais rápido que o pulguento cãozinho sem rabo. E assim somos apresentados a Desmelza. E assim, a medida que a história continua, os acontecimentos te mantem preso ao livro e a leitura, porque além de lidar com os conflitos na família pela atitude de Elizabeth em assumir compromisso de casar com seu primo, Ross precisa reconstruir a propriedade tanto para morar quanto para sobreviver e, mais uma vez, demonstra toda a sua boa índole para com os moradores em sua terra.

Na segunda parte vemos a luta pela reabertura da mina de estanho, retomando assim a sua fonte de lucro e trazendo empregos e prosperidade para região. Mesmo visando lucro, Poldark não deixa de mostrar um senso de comunidade, o diferenciando dos outros nobres da região. Além de todo o caminho de Poldark, vamos acompanhando o crescimento de Desmelza tanto em idade como personagem, à medida que os anos vão passando vemos uma menina-mulher inteligente, encantadora e assim sim tão impulsiva quando a garota que Ross, encontrou naquela feira, com os pulsos erguidos para defender seu cãozinho.

Pelo medo que tenho de estragar a história não tenho como usar as palavras para explicar porque terminei esse livro tão encantada e já na expectativa pelo próximo volume da série. Como me vi a cada página já ansiosa pelo desfecho dos acontecimentos e como o livro foi conseguindo me prender na história. O autor tem uma escrita leve e brilhante, as divisões da história fazem o coração disparar a cada final e continuar batendo rápido na continuação. É um livro que vai agradar a qualquer leitor de uma história bem escrita e deixa o coração dos românticos assim como o meu, com aquela sensação de ter se dado o melhor dos presentes ao ler essa história. Então, deixo meu pedido. Presenteie-se e leia essa história o quanto antes!!

Como um bônus, vou te contar que essa história virou uma série produzida pela BBC de Londres, e hoje se encontra na 3ª temporada. Esta é a terceira adaptação da obra de Graham para a TV. A primeira, também produzida pela BBC, foi uma série com duas temporadas exibidas entre 1975 e 1977. A segunda é um telefilme que foi ao ar em 1996. Na versão da década de 1970, Ellis interpretou Ross. Agora ele será o Reverendo Halse em dois episódios.



E se faltou algo na resenha para te convencer a entrar nesse mundo, após o teaser tenho certeza que não vai faltar mais. A história desse livro vai até o final do 4° episódio da 1ª temporada da série.


Nota ::  


Informações Técnicas do livro

Ross Poldark
Poldark #01
Páginas: 312
Ano: 2017
Tradução: Bianca Costa Sales
Editora: Pedrazul editora
Cansado de uma guerra cruel na América, Ross Poldark retorna para sua terra e sua família. Mas o alegre retorno que ele esperava torna-se amargo, pois seu pai havia morrido, sua propriedade estava abandonada, e a garota que ele amava estava noiva de seu primo. Porém, sua compaixão pelos mineradores e rendeiros desamparados do distrito o leva a resgatar uma faminta mocinha de rua que estava brigando em uma feira, um ato que altera todo o curso de sua vida. Ross Poldark é o primeiro romance da incrível saga de Winston Graham sobre a vida na Cornualha do século dezoito. Publicado pela primeira vez em 1945, a série Poldark tem cativado leitores por mais de setenta anos. Agora, é uma série atual, transmitida em horário nobre, pela BBC de Londres.

Para comprar: Pedrazul | Saraiva | Amazon 
Disponível em formato físico e digital


A Editora Pedrazul atualmente é a editora que mais se dedica à tradução e à publicação de obras mundialmente consagradas, algumas ainda desconhecidas no mercado editorial brasileiro, como os autores que influenciaram o estilo da mais famosa escritora inglesa de todos os tempos, Jane Austen. Também atua no segmento romance histórico e de época escritos por autores contemporâneos.

Um comentário:

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!