Follow Us @soratemplates

24/07/2019

Resenha :: Neve na Primavera


Para os amantes os livros de mistérios e de suspense, temos uma ótima obra de Sarah Jio, que já era conhecida por Violetas de Março. Podemos marcar alguns pontos do enredo, sem comprometer sua leitura posterior.

A parte de Claire é no presente. Uma nevasca acontece na região, sendo que a última delas teria acontecido exatamente no mesmo dia, porém quase oitenta anos atrás. Essa coincidência faz um editor de um jornal pedir à nossa protagonista, a jornalista Claire Aldrige, para escrever algo sobre a nevasca.

Todos nós nos comportamos de forma distinta diante do trauma e da agonia, costuma dizer minha terapeuta, Margaret. Algumas pessoas agem impulsivamente, outras se reprimem – contendo a dor e guardando-a bem no fundo, deixando-a se formar e inflamar, e era assim que eu agia desde o terror que eu vivera no último mês de maio.

A princípio desinteressada, ela descobriu um caso curioso e sem solução, ocorrido na última nevasca: o desaparecimento do menino Daniel Ray. Começa então uma investigação com um ótimo clima de suspense. Somado a isso temos também as relações pessoais da protagonista que podem ajudar ou atrapalhar em sua pesquisa.

A parte de Vera, situada em 1933, é contada a partir da perda de seu filho Daniel, durante uma nevasca rara na região, e os esforços para encontra-lo. Essa parte é como um flashback da história da Claire, uma vez que o filho de Vera é o menino cujo sumiço é investigado por Claire, e nos leva para personagens e situações vividas no passado que nos ajudam a compreender os personagens e acontecimentos do presente.

A autora intercala cada capítulo, ora com a parte da Vera e ora com a da Claire, de forma que os personagens envolvidos na parte da primeira aparecem de alguma forma na parte da segunda. Apesar de falarmos aqui de cada uma de forma separada, o livro entrelaça de modo genial as relações das duas histórias. É fácil se envolver com as duas protagonistas e a cada vez mais nos vemos intrigados em descobrir o desfecho de ambas as histórias.

Outro ponto forte do livro é que ele não deixa mistérios sem soluções. Irá emocionar quem ler. Vale (muito) a leitura!!


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Neve na Primavera
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito
Sinopse:
Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo em seu filho, de três anos de idade, e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel é a única fonte de sustento para sua pequena família. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio – em plena primavera, portanto –, uma tempestade de neve desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra a cama do menino vazia. Seu amado ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. Ainda se recuperando do terrível acidente que enfrentou há um ano, Claire tornou-se apenas uma sombra do que era. Seu casamento está desmoronando, a culpa a consome e a dor da perda parece não ter fim. O trabalho no jornal tem sido sua única fonte de motivação. O dia é 2 de maio e ela é designada para escrever sobre a nevasca deste ano e também sobre aquela que aconteceu há mais de setenta anos, Claire se interessa pelo caso do sumiço do pequeno Daniel, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Um recorte de jornal, muitas coincidências e um instinto inexplicável levam Claire a assumir a missão de desvendar o mistério e devolver àquela família a paz que foi roubada há tantos anos.


O Grupo Editorial Novo Conceito oferece sempre os best-sellers mais aguardados e comentados do meio literário. Em anos de sucesso editorial, foram vários os autores e títulos reconhecidos na principais listas do PublishNews e Veja. O selo Novo Conceito foi desenvolvido para reunir essas grandes publicações, além das novidades e lançamentos internacionais que ainda virão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!