Follow Us @soratemplates

20/10/2018

Resenha :: O Mistério do Castelo Du Condrey


A história é narrada em primeira pessoa pela personagem principal, feita de uma experiência já vivida, então, diferente do leitor, ela já sabe qual o desfecho da história. Que começa com as lembranças de tempos mais simples, onde ela, a narradora Ella Burns, é apenas uma adolescente em seu último ano escolar, entediada com a sua vida normal e hoje consciente que a normalidade pode ser uma benção.


Ella Burns podia ter fama e popularidade, mas também era sinônimo de confusão. Não no sentido de brigas, pois sempre me opus à violência. E sim, no sentido de travessuras.

Afinal as mudanças em sua vida começaram com terríveis pesadelos, que a perturbavam durante a noite, e que começaram a interferir em sua vida pessoal e escolar. Porém o que parecia ruim era apenas um aviso do que iria acontecer, quando a sua turma escolar embarcaria em uma excursão, rumo à cidade de Pucallpa, no Peru, promovida pela professora de história, como uma despedida do colégio.


Acordei com o coração apertado e batendo rapidamente. O suor escorria pela minha fronte. Meus olhos estavam molhados como no sonho e meus gritos haviam chamado a atenção dos meus pais, que já estavam ali sem entender o que se passava comigo.

Essa história é um romance sobrenatural recheado de mistérios e conflitos próprios da juventude dos personagens, aliados a uma curiosidade imensa sobre os mistérios de um castelo, em uma viagem sem a supervisão dos pais a outro país.

À medida que a viagem se aproxima o "quarteto fantástico" começa a ficar mais ligado ao suspense criado pelos pesadelos que atormentam Ella, já que Betto começa a também ter pesadelos com o mesmo teor dos da amiga, porém complementares aos dela.


Sabe aquela sensação de que está para acontecer algo totalmente diferente na sua vida? Algo que vai mudar tudo para sempre. Não sei por que, mas é essa a sensação que estou sentindo nesse momento.

E assim como uma premonição, Ella nos leva através das páginas de sua narrativa a viver a história e os mistérios, que podem mostrar que pesadelos podem ser tão reais quanto a sua própria imagem em um espelho. E que algumas mudanças, nos fazem nos perder daqueles que mais amamos, com a distância que a vida e nossas escolhas causam. E assim, quando os mistérios dessa viagem começam, você não quer deixar de descobrir o que realmente está acontecendo, e quanto é pesadelo ou realidade.


A edição da Chiado está linda, sem erros de impressão ou ortografia, folha polén, fonte em tamanho excelente e diagramação que deixam a leitura confortável. Espaçamento perfeito e uma impressão perfeita para leitura. Parabéns, foi minha primeira experiência com um livro da editora e me surpreendeu positivamente.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

O Mistério do Castelo Du Condrey
Jéssyca Carvalho
Ano: 2017
Páginas: 326
Editora: Chiado
Sinopse:
“A vida é feita de sonhos e mistérios. A cada dia vivemos um sonho e um mistério, sob pena de se tornarem realidade. Portanto, não contrarie seus sonhos, se não quiser vê-los reais. ”
Ella Burns é uma adolescente em seu último ano escolar, entediada com a sua vida normal. Entretanto, terríveis pesadelos começam a perturbá-la durante a noite, o que começa a interferir em sua vida pessoal e escolar. Sua vida vira do avesso, quando a sua turma embarca em uma excursão, rumo à cidade de Pucallpa, no Peru, promovida pela professora de história, como uma despedida do colégio.
Intrigados com o mistério que envolve o castelo Du Condrey, Ella e seus amigos decidem se aventurar, vasculhando o local, mas logo se arrependem. Perseguidos por “sabe-se lá o que”, a jovem se separa do grupo, dando à história um rumo totalmente diferente.
Magia, suspense e romance, são os principais ingredientes deste livro, mostrando que um amor forte o bastante, pode ser capaz de vencer até mesmo a morte.


 _____Sobre a Autora_____

Jéssica Carvalho


Jéssyca Carvalho nasceu em 12 de agosto de 1992, em Monte Carmelo, Minas Gerais. Possui graduação em Ciências Biológicas pela Fundação Carmelitana Mário Palmério, e começou a escrever seus primeiros textos ainda jovem. Em 2011, trabalhou como redatora de spots de rádio e notícias para o site da Prefeitura Municipal de Monte Carmelo.
Apaixonada por histórias de "faz de conta" desde a infância, começou a sua primeira obra, escrevendo os detalhes de seus pesadelos em sua agenda escolar. Incentivada por um amigo, a história deu vida ao seu primeiro romance/fantasia.

Sobre o Mistério do Castelo Du Condrey, ela diz:
"Sempre me encantei com a forma detalhada e criativa que alguns escritores utilizam, permitindo ao leitor que ele veja a cena com facilidade, dando asas à imaginação. Espero que esta obra cumpra com o objetivo de induzir o leitor a se aprofundar em cada página, sem querer deixar de saber o desfecho, despertando inúmeras sensações enquanto lê."

2 comentários:

  1. Uau😍. Bete sempre com as palavras que conquita os leitores, rsrs não vejo a hora de ler,quero saber qual o mistério que rodeia a história. Viu por isso que amo minha editora rsr Chiado💞

    ResponderExcluir
  2. Elisabete com seu incrível poder de nos deixar com vontade de ler qualquer livro! Parabéns pela resenha! <3

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!