Follow Us @soratemplates

22/10/2019

Resenha :: A História do Futebol Para Quem Tem Pressa


Olá, pessoa do Clube!! Hoje, venho teclar sobre um livro que eu tinha uma grande expectativa sobre essa leitura, porque eu realmente queria conhecer mais da história desse esporte que desperta tantas emoções e que anda lado a lado com a história do mundo e de nosso país. Não é preciso ler as obras anteriores para conferir sobre A História do Futebol, mas acredito de todo coração que você vai se apaixonar tanto por essas 200 páginas de um conteúdo que, além de fazer parte da história de cada brasileiro, vai ser um clássico de primeira grandeza na estante de todo leitor, mesmo (vai saber) que não goste de futebol.


il calcio è la cosa più importante delle cose non importanti". Traduzindo, o futebol é a coisa mais importante dentre as coisas menos importantes. (Arrigo Sacchi, Técnico vice-campeão mundial pela seleção italiana na Copa de 94)

A narrativa desse livro tem gosto de gritar GOOOOOLLLL no mais alto e bom som, que em momento nenhum tem um tom "professoral", mas sim de alguém querido te contando uma história cheia de emoção e que, mesmo sem querer, você já ouviu uma parte ou outra durante a vida. Para quem não conhece a emoção a que me refiro, basta dizer que: a narrativa é super fluida e tem um tom envolvente e leve, que deixam a leitura informativa e fluida na medida certa. Não é escrita em um tom popularesco, mas sim com uma linguagem a qual o português se orgulharia, sem cair em um eruditismo desnecessário. Então prepare-se para ler um texto escrito em uma qualidade excelente, que beira a narrativa de uma partida em quem ganha é o leitor.

Bola na trave não altera o placar. Bola na área sem ninguém pra cabecear. Bola na rede pra fazer o gol. Quem não sonhou em ser um jogador de futebol? (Skank)

Nos primeiros capítulos vemos que futebol era algo que começava a nascer em vários locais do mundo de modos muito diferentes, porque me trouxe a certeza que era algo predestinado a acontecer. Adorei saber sobre porque é atribuído a Inglaterra a “paternidade” do futebol moderno e como algumas regras foram sendo “criadas” conforme a necessidade do esporte e não por vontade de algum “cartola” (dirigente, diretor ou presidente de time de futebol).

"Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo", "Aguenta coração!", "Torcida brasileira", "Uma Beleeeeza de Gol!", "Um beijo no seu coração" e "Fecham-se as cortinas e termina o jogo". (Frases da Narrativa clássica de Fiori Gigliotti)

Claro que temos números e tabelas. Ah! Quem adora futebol ama tabelas, mesmo que não entenda nada sobre elas, basta ter seu time no topo para o mundo ficar um pouco melhor, risos, e já advirto que você, leitor(a)m vai se ver no mínimo procurando pelo nome BRASIL nelas. Outro ponto alto dessa história para quem tem pressa são os grandes nomes do esporte, dentro e fora de campo. Com certeza você vai abrir um sorriso ao ler os grandes nomes que você conhece e se emocionar com a data do fim de jogo para alguns desses nomes.


O autor coloca de forma precisa e informativa a história do esporte, e também porque ele ultrapassa em muito as linhas do campo e toca a vida de muitos. Com a história vamos vemos os atos de “Rebeldia” em ter negros pobres e operários no time, como as guerras e mudanças no mundo acompanharam as transformações desse esporte em algo mundial e porque uma criança em um campo de refugiados é um grito de esperança. 

As formações do time em campo, nome das funções que cada jogador assume e também as mudanças de nomenclaturas ajudam tanto a quem sempre assiste aos jogos, quanto aquela pessoa que quer entender um pouco mais do jogo que mantém aquela pessoa querida presa à televisão, rádio ou internet por 90 minutos ou mais, e não entende muito a reclamação de um 5-3-3 ou fulano como ala e não centroavante.

Explicar a emoção de ser corintiana, a um corintiano, é totalmente desnecessário. E a quem não é corintiano... É simplesmente impossível! (parafraseando o eterno Joelmir Beting)

Com parte do livro dedicada ao futebol no Brasil, vemos como saiu dos times do eixo Rio-São Paulo para ganhar os "campos" de todo o país. Futebol é algo que para muitos, como para mim, significa amigos, família e muito, muito amor envolvido. E independente do time, no Brasil é constantemente ligado à mudança de vida, do menino que começou no terrão e ganhou o mundo, mudando não só sua história, mas a de toda sua família. Se você parar por um minuto e começar a ver ESSE lado do futebol, vai entender porque nós torcemos tanto pelo jogo, que para alguns é uma ponte para uma vida melhor. E por mais que sejam poucos que alcancem o topo desse sonho, um que consiga e mude a vida de tantos já fez valer a pena a torcida.

E vai Corinthians!!!!!


A única nota que eu lamento que não tenha existido nesse livro é um extra sobre a perda lamentável, repentina e ainda dolorosa do time da Chapecoense no acidente (eu diria assassinato, mas enfim) aéreo que trouxe a maior dor que o futebol e os brasileiros já experimentaram. Ainda me recordo das palavras de Caio Júnior antes do voo: "Se eu morresse hoje, morreria feliz". Lamento que você tenha ido, mas não na lamento que tenha ido feliz.

A edição está linda, com tabelas, ilustrações e fonte e diagramação impecáveis. A encadernação é ótima e a revisão foi perfeita sem erros de ortografia ou digitação. Mesmo em páginas brancas a leitura não sofreu qualquer problema e as orelhas em tamanho maior, trazem mais informação, conteúdo e beleza ao livro.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

A História Do Futebol Para Quem Tem Pressa
Do apito inicial ao grito de campeão em 200 páginas!
Márcio Trevisan
Ano: 2019
Páginas: 200
Editora: Valentina
Sinopse:
Uma das mais conhecidas frases do mundo da bola diz que, no futebol, a velocidade é essencial, mas a pressa... totalmente dispensável. De fato: para que o jogo flua a contento de quem o pratica e, principalmente, de quem o assiste, é fundamental que a bola role, que seja plena a dinâmica, mas importantíssimo que ela não se confunda com afobação – se isso se der, a jogada não deu.
Mas como contar de forma resumida uma história cujos primeiros registros datam de cerca de 2.500 anos atrás? Como contextualizar cada fato importante ligado ao surgimento, ao desenvolvimento, enfim, à consolidação do futebol como o esporte mais popular do planeta – com ênfase no futebol nacional –, a importância de cada craque, seja dos campos ou dos bancos, a transformação de um simples jogo na maior paixão não só dos brasileiros, mas de bilhões de torcedores espalhados pelo mundo?
Esse foi o maior desafio, e a única forma de superá-lo seria usar o poder de síntese sem menosprezar detalhes, utilizar uma linguagem direta sem comprometer a compreensão, explicar a presença daquele atleta ou treinador em detrimento da ausência daquele outro jogador ou técnico sem esquecer que a preferência por este ou aquele, seja ele qual for, é uma questão subjetiva, muitas vezes de pura paixão clubista.
Apesar do título, este livro deve ser lido sem pressa. É que somente dessa forma se conhecerão exatamente o poder e o significado de um grito de GOOOOOL!!!


Para a Editora Valentina, leitura é, acima de tudo, entretenimento.
Olho vivo e faro fino.
Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a pinscher dessa editora encarna esse lema como ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!