Follow Us @soratemplates

19/11/2019

Resenha :: Ainda Não Te Disse Nada


Olá!!! Hoje venho falar de um livro que me encantei pela capa e depois pela sinopse, mas sinceramente eu não esperava me surpreender tanto e de forma tão positiva com a história que, em uma crescente, primeiro me encantou e depois me conquistou de forma única.

Com uma trama mais que criativa, o autor nos convida a fazer um paralelo emocionante entre o passado e o presente, os meios de comunicação e, para mim o principal, o poder das palavras do que é momentâneo e o que permanece. Com uma narrativa em primeira pessoa, acompanhamos o ponto de vista de Marina Albertini, uma jovem que desde de cedo teve sua vida sonhada por seu pai que, mesmo vendo esse sonho não se realizar, a apoia em seguir sua verdadeira ambição, ser uma Design de Moda famosa e viver entre tecidos e a alta-costura.

Para que esse sonho se realize, ela trabalha em uma agência dos correios, cursa faculdade à noite e, claro, usa seus conhecimentos, um pouco de criatividade e muito, muito jeitinho para fazer as postagens de seu instagram voltado ao fashion design com mais de 800k (ou 800 mil) seguidores, de onde já consegue ter algum retorno financeiro, além de receber produtos para apresentar a seu público como digital influencer.

A beleza da vida está justamente na sua imprevisibilidade. Saber que expectativas ora se concretizam, ora não, é que torna tudo mais saboroso e instigante. Um sonho não se realizou? Sonha outro!

Além de nossa protagonista, o autor nos presenteia com personagens que são extremamente carismáticos e interessantes, sejam as amigas da faculdade de Marina com suas vidas e dilemas, o senhor idoso que tolera suas leituras não autorizadas nas revistas de moda enquanto bebe um café no período entre o trabalho e a faculdade, sua colega de trabalho ou mesmo o adolescente cheio de charme do prédio, que mesmo não tendo chance, não perde a chance de treinar seu charme e cantadas.

Com uma narrativa super fluida e cheia de mistérios para nos prender à história de uma forma cativante, temos um texto simplesmente fantástico, sem apelar para várias abreviaturas ou "gírias de internet" para nos contar a história, que, de forma surpreendente, vai nos fazendo curtir desde as playlists (listas de músicas) para cada ocasião, como ônibus, faxina... Até mesmo as delícias ou dissabores de quem mantém uma vida virtual, com um público que já tem altas expectativas pelas postagens do dia ou respostas às interações ao mundo das trocas de cartas, tão presentes e necessárias em um mundo não tão distante, onde não existe internet ou um acesso fácil à telefonia fixa. E ao poder que ela ainda exerce em quem recebe um papel escrito a próprio punho e que cada palavra foi pensada e escrita tendo o destinatário como foco principal de cada uma das letras impressas nas linhas da mesma.

O amor é um pássaro rebelde que ninguém pode prender. Não adianta chamá-lo, pois só vem quando quer.

Amei a mudança de linguagem que ocorre quando Marina começa a trocar cartas com Heitor. Sim, ela sabe que ele, Heitor de Alencastre, além de um senhor idoso, que reside em Portugal, escrevia à sua “amada eterna”, no Brasil, e que nenhuma daquelas palavras era para ela, mas como deter o coração de se acreditar e se apaixonar por quem escreve as palavras que ela sempre ansiou ler, esperou ouvir? E como lidar com as mudanças que ocorrem em sua vida a partir do momento que resolveu assumir para si a responsabilidade de responder aquela carta, e as outras que viriam após ela?

E à medida que vemos Marina se entregar as emoções que aquela troca constante de cartas desperta em seu coração, a história também cresce nesse sentido que aliada aos suspenses e questões que são apresentadas durante a história, nos vemos tão envolvidos que a surpresa no final não somente é bem-vinda, como uma solução mais que perfeita às perguntas que nos fazemos durante as trocas de cartas e os sentimentos e perguntas feitas. Amei o fato de todos os personagens terem seus destinos contados e nenhuma ponta solta (não intencional) tenha ficado, a lição muito bem mostrada que só o talento não é suficiente para se alcançar sucesso, e sim uma dose extra de estudo, determinação, dor e muita, muita força de vontade de aliar o talento ao trabalho.

Sempre ouvi que cada um é o resultado de suas escolhas e experiências. Mesmo que imperceptíveis, uma palavra, uma cena, uma situação, essas mínimas coisas são capazes de mudar uma pessoa.

Vou dizer que não posso colocar aqui várias coisas que gostaria por serem spoilers e, com certeza, iam tirar todo brilho que encontrei ao ler sem interferência alheia. Espero que você tenha as melhores surpresas como eu e que assim como eu terminei querendo reler agora sabendo de várias coisas que só descobrimos no final. Ah! Tenho certeza que será uma leitura totalmente nova. Boa leitura e divirta-se!!

Sobre o livro em si, tanto a encadernação quanto a impressão estão excelentes, o papel torna a leitura ainda mais agradável com uma revisão bem-feita e sem erros de ortografia ou digitação. Uma capa linda que diz muito mais a quem leu a história. Os primeiros leitores que adquiriram o livro foram presenteados com uma edição autografada (não nominal) e também com um lindo papel de carta com o motivo da história.


Nota ::  4,5


Informações Técnicas do livro

Ainda Não Te Disse Nada
Ano: 2019
Páginas: 220
Editora: Qualis
Sinopse:
"É possível amar alguém que você nunca viu?
Apaixonar-se apenas por suas palavras?
E se ele tiver uma vida absolutamente diferente da sua?
Pois é, isso aconteceu comigo, ao abrir uma carta que não tinha sido endereçada a mim.
A curiosidade por saber mais sobre o remetente, e conhecer a história de amor que ele vivera com sua 'amada eterna', foi muito mais forte do que a certeza de estar fazendo algo errado.
Ao responder à carta, só não imaginava que aquela decisão seria o maior acerto da minha vida..."


 _____Sobre o Autor_____


Maurício Gomyde



Maurício Gomyde nasceu em São Paulo e desde os três anos de idade vive em Brasília.
Possui 7 livros publicados, em 6 países. Iniciou a carreira como autor independente, tendo publicado 4 livros por conta própria. Logo chamou atenção do mercado editorial pela qualidade de suas obras e, assim, foi contratado por grandes editoras, para o lançamento de seus trabalhos seguintes.
Foi finalista do Jabuti 2016. Além de escritor, também é roteirista e músico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!