Follow Us @soratemplates

14/12/2019

Resenha :: A Queda dos Anjos (Fim dos Dias #1)


Nunca pensei sobre isso antes, mas tenho orgulho de ser humana. Temos tantos defeitos. Somos frágeis, confusos, violentos e lutamos contra tantos problemas... Mas, no fim das contas, tenho orgulho de ser humana.

Olá, faroleiros!

Mundo pós-apocalíptico, uma guerra entre os anjos, fuga em meio ao caos. Essa história vai tirar você do prumo e te prender na frente do livro. A Queda dos Anjos, de Susan Ee, é a mais recente fantasia que li e que me deixou vidrada na leitura.


Tudo que Penryn queria era manter sua mãe esquizofrênica e sua irmã paraplégica a salvo. Esgueirando-se por entre prédios abandonados e catando restos de alimento para sobreviver, a garota sabe que os anjos do apocalipse desceram a Terra e travam uma batalha sangrenta e matam qualquer um que entrar na frente deles, até os da sua própria espécie.

E essa jornada do terror não é fácil para a garota que tem de suportar as maluquices da mãe que repete frases sem sentido, acumula objetos como ovos podres, garrafas PET e uma coleção de bíblias.

Tem alguma coisa no silêncio que deixa meus nervos à flor da pele. Era para ter barulho; talvez o ruído de um rato, de pássaros, de grilos ou algo assim. Mas até o vento parece ter medo de soprar. O som do carrinho da mamãe é especialmente alto nessa quietude. Queria ter tempo para discutir com ela. Um sentimento de urgência cresce dentro de mim como se respondesse à tensão elétrica antes de um raio. Só precisamos chegar a Page Mill.

No meio da travessia, Penryn, sua mãe e a irmã Paige batem de frente com o que parece ser uma calorosa discussão entre anjos. Elas presenciam o que é a maior humilhação para um anjo que é a perda das asas. Para desespero delas sua mãe foge, deixando Paige indefesa na cadeira de rodas que ela usa para se locomover. Penryn, que está o outro lado empurrando o carrinho com a comida e toda a tralha da mãe, nada pode fazer quando os anjos que rasgavam as asas do outro anjo percebem a menina ali sozinha e a sequestram.

Começa para Penryn uma busca desesperada pela irmã. E para que ela possa saber para onde  sua irmãzinha foi levada, ela terá que ajudar seu inimigo, o anjo Raffe, que agora não possui suas asas, mas que está obstinado a recuperá-las de qualquer jeito.

— Você não percebeu que eu não era exatamente parceiro dos outros camaradas?
— Eles não são “camaradas”. Não chegam nem perto de humanos. Não são nada além de sacos cheios de vermes mutantes, assim como você. — Em questão de aparência, ele e os outros anjos eram mais próximos de deuses gregos, com feições e posturas divinas. Mas, por dentro, eram vermes, eu estava certa disso.

Até então o leitor pode dizer que esta é mais uma história de um protagonista em sua jornada do herói e tal, mas ENGANAM-SE! A Queda dos Anjos é um livro repleto de suspense, com uma pitada de terror e com reviravoltas surpreendentes. O anjo Raffe tem sua história própria no meio da guerra angelical. Obstinado a ter suas asas pregadas de volta, Rafe e Penryn partem no encalço dos Anjos que ficam aquartelados no Vale do Silício. Nesse meio tempo também acompanhamos o conflito da garota que se apaixona pelo anjo, a criatura que ela devia odiar e a convivência com ele torna seus sentimentos mais fortes a cada dia.

— Então — pressiono. — Resumindo, os anjos não têm permissão para se envolver com os humanos? Senão vão ser castigados?
— Exato.
— Que cruel. — Estou surpresa de ter compaixão pelos anjos, mesmo os das histórias antigas.
— Se você acha que é ruim, devia ver a punição das esposas.
A afirmação é quase como se ele me convidasse a perguntar. Aqui está minha chance de descobrir mais, mas me dou conta de que, na verdade, não quero conhecer a punição de me apaixonar por um anjo. Em vez disso, observo o macarrão instantâneo seco se quebrar debaixo dos meus pés quando andamos.

E tem muito mais! Há um grupo de resistência liderado por Obi, que tenta lutar contra os anjos do apocalipse. Eles ajudarão Peenryn e Raffe. Mas não darei mais detalhes, senão seria spoiler. Eu amei narrativa da Susan EE. A historia é narrada em primeira pessoa, na voz de Penryn. Senti falta de entender mais o mundo de Raffe, mas como temos uma trilogia, creio que as perguntas sem respostas serão respondidas nos próximos livros.

Não posso deixar de falar da mãe de Penryn, a personagem mais misteriosa, e suas esquizofrenias. Passamos todo o tempo tentando entender se ela é louca ou se conversa mesmo com demônios. Há muitos fatos do passado, inclusive o acidente que deixou Paige paraplégica, que nos deixam com a pulga atrás da orelha.  Também fico me perguntando como ela, mesmo sozinha no meio da floresta repleta de pequenos seres comedores de gente, consegue sobreviver e encontrar Penryn em diversos momentos da trama.


Ainda que não pareça, reconheço o medo em minha mãe quando a vejo. Se alguém que não a conhece a visse, pensaria que seu entusiasmo vem da maldade, mas é bem provável que ela nem reconheça as vítimas como pessoas. Provavelmente ela pensa que está presa numa gaiola no inferno, cercada de monstros. Talvez como pagamento por um acordo feito com o diabo. Talvez só porque o mundo conspira contra ela.

Uma dica importante: Fiquem ligados nos seres comedores de gente, os pequenos demônios. A surpresa que teremos com eles é de tirar o fôlego.

Já sabem que é indicação certa para quem gosta de fantasia apocalíptica, história de anjos, suspense e ação, né? Super indico A Queda dos Anjos para os leitores amantes desses elementos na leitura. Já aviso que podem esperar a resenha da sequência da série aqui pelo Clube do Farol! Obrigada e até a próxima.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

A Queda dos Anjos
Fim dos Dias #1
Ano: 2016
Páginas: 280
Editora: Verus
Sinopse:
Quando o mundo que conhecemos está prestes a ser arrasado, é preciso apostar tudo na redenção.
Os anjos do apocalipse chegaram — e vieram para aterrorizar a humanidade e acabar com o mundo moderno. Gangues de rua tomam conta do dia, enquanto o medo e a superstição dominam a noite. Quando anjos guerreiros sequestram uma menininha indefesa, sua irmã mais velha, Penryn, fará o que for preciso para salvá-la. Até mesmo um acordo com um anjo inimigo. Raffe é um guerreiro caído, que perdeu as asas. Depois de eras lutando suas próprias batalhas, ele é resgatado de uma situação desesperadora pela jovem Penryn, que concorda em ajudá-lo — desde que ele mostre a ela como encontrar sua irmã. Viajando por um mundo sombrio e perigoso, eles podem contar apenas um com o outro para sobreviver. Juntos, vão em direção à fortaleza dos anjos em San Francisco, onde Penryn arriscará tudo para resgatar sua irmã, e Raffe se colocará à mercê de seus piores inimigos pela chance de voltar a ser inteiro.

Um comentário:

  1. Clube do farol, com o ano terminando, que os post continuem a serem ótimos no ano que de 2020, e para alegria dos leitores.Obrigado Boas festas.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!