Follow Us @soratemplates

05/06/2020

Resenha :: Loucamente Sua


Em Loucamente Sua, Delaney é filha adotiva de Henry, por meio do casamento dele com sua mãe, sempre a filha perfeita, a princesinha de Henry.

Nick, o filho bastardo de Henry, lutou a vida inteira pelo reconhecimento do pai, que quando chegou já era tarde demais.

Tirando a tradução, que no momento deixa muito a desejar, o livro é muito bom e com personagens marcantes e apaixonantes. E o livro gira em torno do que aconteceu no passado entre Delaney e Nick.


Henry morre e deixa um testamento.

Para Delaney ganhar sua parte, ela precisa ficar 1 ano na cidade; e Nick, para ganhar a sua, precisa ficar 1 ano sem ter relações sexuais com Delaney. Quem violar as cláusulas do testamento perde a herança para o outro.

— Alguém já te beijou até que você se sentisse tão excitada que era como se estivesse em brasas?
Ela não respondeu, não querendo admitir que nunca tinha sido tão consumida ou incendiada de paixão a ponto de perder a cabeça ou do medo que tinha de Henry.
— Até que não ligasse para mais nada? — ele sussurrou em seu ouvido...

O problema é que no passado Delaney e Nick tiveram um relacionamento conturbado pelo não reconhecimento de Nick pelo pai e a vinda de Delaney com a mãe para a cidade.

E ficar longe de Nick será mais difícil ainda, uma vez que sua melhor amiga está de casamento marcado com o irmão dele e ela resolve abrir um salão de beleza ao lado do escritório de Nick.

Mas a tensão sexual entre Delaney e Nick é palpável e os sentimentos dos dois são claros, só eles é que não percebem.


A narrativa é feita em terceira pessoa, narrando a visão tanto de Delaney quanto de Nick, e de outros personagens, então fica fácil entender o porquê de tanta briga e desentendimento da parte dos dois.

É aquele tipo de livro que, apesar de você já imaginar o final, não consegue parar de ler.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Loucamente Sua
Truly, Idaho #1
Ano: 2012
Páginas: 344
Sinopse:
De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela  deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter “contato sexual” algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!