Follow Us @soratemplates

11/09/2020

Resenha :: Lady Romance (Damas de Aço #3)


Olá, pessoa, para minha alegria a Amazon liberou o livro antes da data prevista e, sim, baixei e comecei a leitura. Posso dizer que se em Lady Audácia e Lady Malícia a Karina Heid colocou seu coração, nesse ela também sua alma. Claro que por minha vivência com ela em eventos e nos outros livros que li, ficou mais fácil essa percepção. Mas creio que qualquer pessoa ao ler será capaz de notar o mesmo.


Nos livros anteriores, vimos a caçula, e a mais romântica das Thiessen, apaixonar-se e começar seu sonho de casar com seu concunhado. Mas, três anos depois, as esperanças de Arabella minguaram. Quando ela é prometida em casamento a um primo do Norte, condiciona sua ida à presença de Hans na viagem. Se ao final de três dias ele não se apaixonar por ela, Arabella aceitará o seu destino.

A maioria não dá a menor importância às histórias. — A maioria delas nos releva verdades. Há quem não as suporte.

O problema? Hans não é um príncipe encantado, e a viagem, pela rota mais romântica da Alemanha, logo se transforma em desastre. Solteirão convicto, gasta seus dias lutando em ringues ilegais e as noites perdendo dinheiro ao redor de mesas de jogos. Para piorar, não respondeu a nenhuma das cartas que recebeu de Arabella antes de evitá-la como o diabo evita a cruz, mas não conseguira evitar essa viagem, rumo ao destino de ambos.

Preciso dizer que, a partir desse momento, não queria mais resenhar esse livro por um desejo egoísta de não dividir o que senti com essa história e guardar só para mim tudo que ela me trouxe, mas, claro, que não trairia quem já leu as resenhas anteriores dessa maneira e não poderia reter, por muito tempo, tudo que senti ao ler as páginas que contam essa história.

Essa é a realidade que precisamos engolir, Lorde Hans. O felizes para sempre não se aplica à vida.

Sei que uma história que promete contos de fadas, pode trazer ceticismo a muitas pessoas, mas esses dois me fizeram perceber que, mesmo depois de adulta e com a vida toda sem os filtros da infância, eu me perco nas histórias sejam elas de fadas ou romances, fantasias ou terror para continuar acreditando, continuar me mantendo com fé... De que, sim, viver é difícil, mas a opção é ainda pior e, de certa forma, não acreditar é deixar de viver.

Hans deixou de acreditar e se perdeu em meio aos traumas em um eterno reviver da guerra, por remorso e um loop de imaginar como seria se… ele não conseguia ver uma tábua de salvação, mas o amor não desiste até que não haja mais vida, e assim vemos nossa rosa feita de aço continuar lutando, porque ela não desistiria até não ser possível lutar.

(...) você é, de longe, a mais adorável das três. Você está sempre sorrindo. Você se entusiasma com tudo. O que para os outros é apenas um cisne no lago ou um sapo sobre uma pedra, para você é uma história inteira.

Mais uma vez a história nos leva a uma nova Alemanha, uma nova aventura que, de certo modo, fecha de forma avassaladora o ciclo das duas anteriores, quando antes estivemos em castelos, agora o convite é para se perder entre as florestas, vilarejos e castelos que deram origem aos contos mais  conhecidos da nossa era. E, com a graça e leveza que só a Karina é capaz, nos mostra quanta dor e coragem é preciso para se perder e abrir caminho dentro de si até se reencontrar. E que uma alma cheia de amor, mesmo não correspondido, é a luz que guia por entre as dores e a escuridão, até a ponte que abre as portas de um novo começo.

Palavras nos fazem companhia. Tanto as que saem quando as que chegam, e nós dois, desconfio, somos criaturas solitárias…

Diferente de suas irmãs, Arabella entregou ao seu amor aquilo que nos é mais caro, tanto a ponto de precificarmos no dia a dia, o tempo. Ela soube quando esperar e quando avançar e mesmo quando recuar, para que ela alcançasse o coração do homem a quem sempre amou. Ele não seria seu príncipe encantado, porque ambos resgatariam a si mesmos durante essa jornada, em uma confirmação que sem amor nada seria possível, porque só ele nos faz abrir mão do que nos é mais precioso, como a autopreservação e o medo, em prol de outro.

O prólogo é de uma delicadeza e beleza ímpar. Cada carta, cada mensagem nos mostra que não existe um “viveram felizes para sempre” e que cada dia é um dia para se lutar pelo “felizes porque ainda vivem”. Termino aqui minhas considerações sobre essa história que, de tão linda, me faz querer ficar com ela mais tempo, antes de partir para uma nova aventura em outras páginas ou que a vida real me cobre por viver no mundo das histórias, onde “era uma vez”... 

A edição que li foi em e-book, mas, sem dúvida, o mais bonito e bem trabalhado dos quais vi até esse momento. Com ilustrações belíssimas, diagramação e revisão perfeitas, notas de rodapé e uma dose extra de história para satisfazer a pessoa mais exigente. 

Boa leitura, Elis

Nota ::  


Informações Técnicas do livro

Lady Romance
Damas de Aço #3
Ano: 2020
Páginas: 356
Editora: Independente
Sinopse:
Todo Conto de Fadas começa com um desejo, e, para a mais romântica das Thiessen, casar-se com o concunhado é o seu. Ela se apaixonou por ele no segundo em que o viu, e um beijo roubado só reforçou a crença de que seriam felizes para sempre.
Mas, três anos depois, as esperanças de Arabella minguaram. Solteirão convicto, Hans gasta seus dias lutando em ringues ilegais e as noites perdendo dinheiro ao redor de mesas de jogos. Para piorar, recusa-se a responder suas cartas e costuma evitá-la como o diabo evita a cruz.
Quando Arabella é prometida em casamento a um primo do Norte, ela condiciona a ida à presença de Hans na viagem. Se ao final de três dias ele não se apaixonar por ela, Arabella aceitará o seu destino.
O problema? Hans não é um príncipe encantado, e a viagem pela rota mais romântica da Alemanha logo se transforma em desastre.
Perdidos entre as florestas, vilarejos e castelos que deram origem aos contos mais conhecidos da nossa era, uma moça com alma de princesa e um ogro com coração de ouro descobrirão o poder das palavras mágicas, do amor que supera o trauma e das histórias que achamos tão simples, mas que, na verdade, libertam a nossa alma...


Para comprar:

 E-book

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!