Follow Us @soratemplates

26/01/2018

Resenha :: Entre 4 Paredes


Olá, faroleiros do Clube. Hoje vou escrever sobre minha leitura do livro Entre 4 Paredes, a história é original e bem criativa, tudo acontece enquanto uma partida de futebol ocorre, mas não é qualquer partida de futebol. É uma quarta-feira dia da final da Copa do Brasil, onde o rubro negro irá enfrentar o alvinegro - time do interior que surpreendeu ao chegar na disputa pela taça.

"As quartas-feiras, criava-se uma interessante harmonia entre os ruídos do prédio de número 931. Uma sequência mágica que se repetia sem esforço."

O local da trama é um prédio de um bloco de apartamentos, onde todos os vizinhos seguem a vida tendo que se adequar a rotina que a vida em um prédio estabelece. Latidos de cachorro, pratos quebrados, comemorações de gol, choros de bebês e até gemidos de sexo. Quem nunca se incomodou com os barulhos dos vizinhos? No edifício 931 não é diferente.

A história é narrada em terceira pessoa, e algumas vezes pelo personagem do próprio investigador Renan. Eu li o mesmo texto de dois modos e ambos funcionam, você pode pular as partes da narrativa do jogo, mas vai precisar de um pouco mais de atenção para entender os diálogos e atitudes relacionados ao que acontece durante a partida. Ou ler a história com o jogo, se sentir fazendo parte de uma "citcom", do estilo "Sai de Baixo".

A leitura é muito rápida porque além da boa narrativa a diagramação do texto facilita demais, além dos capítulos o livro é dividido em partes, te preparando para mudanças de narrativa e de personagens, com o passar do tempo o livro fica com um mistério a desvendar e você acaba sendo cativo pelos personagens Renan e Zeca.

Outra coisa que adorei foi que a autora não fez o uso excessivo de jargões policiais ou situações forçadas. E deu a cada morador uma personalidade super reconhecível a quem tem vizinhos, sem a estereotipação de nenhum deles. Mas no fim os principais acabam sendo a dupla de investigadores que vão ao prédio investigar o que aparentemente se trata de uma briga de casal.

"Renan estava eufórico. Ele sabia, no fundo ele sempre soube. Ambos riam. Eles tinham conseguido. Juntos eles foram capazes de desvendar o segredo de Lorena. Agora era tudo uma questão de formalidade."

Renan, apesar de suas esquisitices, tinha um tino investigativo bastante afiado, gostava de trabalhar e tudo era melhor do que ficar em casa na mais completa solidão. Quando criança apanhava do pai por ter apanhado ou sofrido abuso por parte de seus colegas de escola, tinha uma mente brilhante e se mantinha ocupado nas aulas com alguma coisa que despertasse sua mente. Porém tinha em seu parceiro o exato contra ponto a si mesmo. José Carlos vivia cada dia ao seu tempo, sofrendo para cumprir o mínimo que se espera de um policial, que depois de alegar dependência química e ter provado ter ficado em tratamento, voltará ao serviço na corporação em um período probatório de reciclagem em sua antiga função.

"Era isso que o certinho do Renan nunca entenderia. O transtorno que se causa quando se trabalha direito. Principalmente com descobertas formidáveis."

E a somatória de tudo que eu falei acima resulta numa leitura, leve, divertida que te deixa curioso para entender o que realmente aconteceu, porque nada pode ser tão simples quanto parece e até mesmo quem ganha o bendito jogo no final das contas, afinal o jogo só está ganho depois que o juiz apita o final do jogo. Confesso que a última parte do livro eu li aos risos, quase sem conseguir me controlar, o jeito que a autora levou tudo para o desfecho foi tão simples e tão brilhante que me conquistou.

Sobre a edição, caramba, a Selo Jovem não me decepcionou mais uma vez. Diagramação, fonte, letras e páginas amarelas, folhas divisórias entre as partes do livro, capa e sinopse impecáveis.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Entre 4 Paredes
Marta Arêas Campos
Ano: 2017
Páginas: 128
Editora: Selo Jovem
Sinopse (Skoob):
Latidos de cachorro, pratos quebrados, comemorações de gol, choros de bebês e até gemidos de sexo. Quem nunca se incomodou com os barulhos dos vizinhos? No edifício 931 não é diferente. Até que, no dia da final da Copa do Brasil, uma investigação policial terá que desvendar um possível crime por meio dos ruídos corriqueiros ouvidos pelos residentes. 
As obsessões do esquisito investigador Renan e os fetiches de seu depravado parceiro, José Carlos, conduzirão uma das investigações mais bizarras e inusitadas do décimo sétimo batalhão.



_____Sobre a Autora_____

Marta Arêas Campos é brasileira nascida em 1981, na cidade de Nottingham, Inglaterra. Viveu a maior parte de sua vida na cidade de São Paulo. Desde de 2010, mora em Montréal, Canadá, onde escreve e trabalha como Terapeuta Ocupacional.
Publicou o livro de contos Família Não Se Escolhe pela Bookess além de contos nas antologias Post Mortem e Ponto G, ambas pela editora Multifoco (2016) e Sabor da Paixão, pela editora Andross (2016). Entre 4 Paredes é seu romance de estreia.

Acompanhe a página no Facebook da autora: @macescritora

Um comentário:

  1. Obrigada pela resenha Elisabete. Fico show, adorei!!! Confesso que eu escrevi a última parte aos risos também. Um grande abraço.
    Marta

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!