Follow Us @soratemplates

28/09/2018

Resenha :: Não Olhe!


Vamos lá, essa resenha não deve ser lida por quem não leu a história anterior, Não Pare!, que você pode conferir a resenha no Clube, clicando aqui. Para quem leu, vem comigo, conversar sobre a segunda história, Não Olhe!.

Somos seres amaldiçoados. É por isso que não sentimos as emoções positivas e as espetaculares sensações que vocês, humanos, podem experimentar. É por isso que habitamos essa dimensão miserável e vivemos apenas para tirar vidas, dia após dia.

Vou começar dizendo que minhas expectativas eram muito boas, mas não tão altas, o segundo livro de uma trilogia costuma ser um livro de transição entre o primeiro e o terceiro, no geral morno o suficiente para querer ler o próximo , porém, eu me surpreendi demais e de uma maneira mais que positiva.


O livro começa com Nina, acordando entre a vida e a morte na terceira dimensão, que narra a história em primeira pessoa, e consegue colocar o leitor dentro de suas dúvidas e decisões com facilidade, mesmo não concordando com ela você consegue compreende-la. E ao começar em Zyrk, o que era um segundo livro ganha ares de primeiro por te apresentar um lugar totalmente novo e em especial com uma tensão tão forte, que parece poder se romper com o menor passo em falso.

Afinal, o que ficou encoberto para Nina por toda a vida é fato conhecido, narrado, contado e recontado nessa dimensão e nos quatro clãs que constituem as forças de governo e poder nela. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder e a presença de Nina ali coloca na mesa as cartas que nós leitores iremos conhecer ao longo da história. Outro ponto alto é o fato de que a jornada de Richard e Nina pelos clãs vai mostrando ao leitor cada teoria criada em torno da profecia e das lendas, deixando aquele ar de curiosidade e também claro detetive, afinal não tem como não começar a pensar qual pode ser a verdade dentre todas as possibilidades criadas.

— Eu não seria igual aos outros, Nina — rebateu e tornou a me nocautear com sua resposta inesperada. — Eu teria você e eles não.

Levada para a sombria Thron, Richard, o nada confiável principal resgatador, está em "casa" e vê sua luta contra sua própria natureza aumentar de uma proporção que deixa o leitor sem vontade alguma de largar o livro, afinal ele é a morte e sua vontade parece oscilar como um pêndulo em direções opostas a todo momento. E uma decisão faz começar uma viagem por todos os outros clãs, e Nina, que num primeiro momento se sente mais uma em meio a outros de olhos com as pupilas verticais, descobre que é uma híbrida e está longe de ser mais uma.


E já aviso que você terá que escolher seu shipp, porque Rick (sim já estou íntima) está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos. Mesmo o melhor dos guerreiros, o mais temido e destemido, pode não estar protegido da força de um grande amor. E quando esse grande amor parece encontrar um rival a altura, afinal meu Jonh (Sim, meu! Escolha outro pra você!) parece sofrer da mesma atração criada por Nina para com Richard.

Você é o fogo que me mata e me dá forças para reerguer todos os dias, Nina. Estou descontrolado e minhas ações perderam o sentido. Eu penso em você dia e noite, Tesouro. Tudo que digo é verdade. Por favor, acredite.

Pare! Não, amigo leitor, amiga leitora, a história não cai no clichê do triângulo amoroso (apesar de que torcer para ela ficar com Jonh não é crime, não é verdade?), porque sendo Jonh o resgatador principal de Storm cria uma linha de narrativa que não deixa a história cair numa monotonia.


Outro fator que é incrível são as paisagens a cada clã que te fazem ficar atenta o tempo todo para não perder nada que ajude a descobrir a verdade. Mas talvez a mais cruel descoberta seja que as vontades do coração podem ser mais traiçoeiras e enganosas que lendas ou maldições.

Um dilúvio de lágrimas rolava descontroladamente pelos meus maxilares. Lacunas em branco de um triste filme eram preenchidas em minha mente e coração destroçados: o filme da minha vida. Eu tinha uma história.

Enquanto Nina deixa de ser a menina mimada e insegura do primeiro livro, conhecemos um Rick em sentido oposto, cada vez mais confuso e sem certezas, afinal nada está acontecendo como deveria e quanto mais de sua própria história vem à tona, menos o que era certo parece fazer sentido ou ser como deveria. No final tudo se resume a fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir? E assim, vamos para o terceiro livro que traz a primeira resposta no próprio título: — Não fuja!.


Nota :: 



Informações Técnicas do livro

Não Olhe!
Se a morte possui muitas faces, em qual delas confiar?
Trilogia Não Pare #2
Ano: 2015
Páginas: 352
Editora: Valentina
Sinopse:
Zyrk pode estar com as horas contadas: a híbrida acabou de cruzar o portal e o frágil equilíbrio entre os quatro clãs encontra-se definitivamente ameaçado. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder.
Fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir se a Morte possui várias faces?
Nina acorda entre a vida e a morte na terceira dimensão, levada para a sombria Thron. Richard, o nada confiável resgatador de apaixonantes olhos azul-turquesa, luta contra sua própria natureza. Cruel e sanguinário, Rick está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos.
Mesmo o melhor dos guerreiros, o mais temido e destemido, está protegido da força de um grande amor?
Ele e a híbrida viajarão por toda Zyrk, e ela irá se deparar com um universo fantástico, um mundo violento, o plano da Morte. Lutando para se libertar de seus medos e determinada a encontrar seu caminho e sua identidade, Nina embarcará em uma jornada de descobertas arrasadoras, um percurso sem volta.
Mas a garota das pupilas verticais descobrirá que as vontades do coração podem ser mais traiçoeiras que lendas ou maldições.

Para a Editora Valentina, leitura é, acima de tudo, entretenimento.
Olho vivo e faro fino.
Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a pinscher dessa editora encarna esse lema como ninguém.


 _____Sobre a Autora_____

FML Pepper




Workaholic assumida, FML Pepper viu o mundo virar de cabeça para baixo quando descobriu que estava grávida, mas que seria uma gravidez de risco e que teria que ficar de repouso durante os nove meses. Após um mês deitada – e a um passo da depressão – , seu marido a presenteou com um romance infantojuvenil. A partir daquele dia, devorou quantidades absurdas de todo tipo de ficção para jovens e, para nunca mais se afastar dos personagens fantásticos que amava ou surgiam em sua mente, decidiu escrever. Costuma dizer que, ao fim da gestação, deu à luz dois filhos: um lindo menininho e a paixão pela literatura jovem. Ainda se beliscando para acreditar que se transformou em best-seller da Amazon da noite para o dia e regada a muito café e rock’n’roll, divide seu tempo entre o consultório e a carreira literária, junto ao melhor marido das galáxias, seu pequeno príncipe, suas duas chihuahuas lindinhas e orelhudas, e seus personagens fantásticos e emocionantes. E sonha, feliz da vida, em levar sua trilogia fantástica para o mundo todo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!