Follow Us @soratemplates

22/04/2020

Resenha :: Desaparecida


Desaparecida conta a história de Emma Tupper, uma mulher de 34 anos, advogada de sucesso que está quase conseguindo realizar o sonho de se tornar sócia de um dos escritórios mais bem conceituados. Namora com o também advogado Craig. E tem uma vida, aparentemente, feliz.

Sua mãe está muito doente e depois de algum tempo vem a falecer, porém não conseguiu realizar seu maior sonho, que era conhecer a África. Sendo assim, Emma descobre que sua mãe deixou para ela uma passagem de ida e a volta em aberto. E para realizar o desejo da mãe, ela parte rumo ao desconhecido.

Tudo fica escuro ao meu redor. Sinto que acabei de despertar e de sair de minha viagem por Matrix, coberta de gosma primordial e lutando para respirar. Mas se esta é uma realidade paralela, onde está o sábio mentor que vai explicar o que está acontecendo?

Só que quando chega lá várias coisas acontecem. Ela adoece e quase morre, e quando enfim se recupera, tem um grande terremoto que deixa o vilarejo onde ela está totalmente incomunicável por meses. Quando ela consegue voltar, depois de seis longos meses, ela tem a certeza de que tudo estará como ela deixou, e aos poucos ela foi percebendo que algo estava errado, como o cartão do banco que não funciona, seu e-mail estava desativado, etc. A primeira grande surpresa de Emma é quando ela tenta entrar no seu apartamento e a chave não funciona. Ela recorre à vizinha que infelizmente não se encontra, e ela acaba esbarrando com um estranho que lhe oferece ajuda.

Dominic oferece para ela usar o telefone de seu apartamento, e ela aceita, o que ela não esperava era que o apartamento dele fosse o seu. Ela tenta convence-lo de que este é o seu apartamento, e ele acha que ela é uma maluca. Mas depois de desfeita a confusão e, muito a contragosto, ele lhe oferece para ficar até ela achar um local para morar. Porém quando ela investiga para saber o que está acontecendo, descobre que, como não conseguiam entrar em contato com ela após o terremoto, ela foi dada como morta. Suas contas estão bloqueadas, o apartamento relocado, suas coisas pessoais despejadas, seu carro rebocado (quase leiloado), seu emprego e seus clientes repassados para sua pior inimiga, e seu namorado seguiu em frente com a sua vida. E Emma está totalmente sem chão.

Deixo o telefone cair no balcão e empurro Dominic ao passar por ele, na direção da porta da frente.
— Emma. Ei Emma, espera…
Os chamados de Dominic me acompanham até o final do corredor, mas não consigo parar. Preciso sair, ir para longe deste lugar onde tudo parece como seis meses antes, onde tudo não passa de uma visão showroom de minha vida.

A única pessoa que não acreditava que ela estaria morta era a sua melhor amiga, a fofa da Stephanie. Que parte em uma busca desesperada cheia de encontros e desencontros.

Dominic é um fotógrafo lindo e envolvente, que guarda um segredo e uma história pessoal muito complicada. Mas quando vamos conhecendo melhor a sua vida, é impossível não se apaixonar por ele. Porém, Craig chega a se arrepender de ter desistido de Emma tão fácil e decide lutar por ela novamente. Mas isso pode ser mais difícil do que ele imagina.

O livro é simplesmente maravilhoso de uma leitura simples e fácil. E confesso que se fosse pela capa (que achei simples, meio infantilizada e com um toque de melancolia) eu não o leria, mas a história já me conquistou logo nas primeiras páginas.

Todos acham que depois de uma experiência "pós-morte", ela deve mudar totalmente a sua vida. E Emma acha que a vida dela era ótima do jeito que estava, é claro que muita coisa muda automaticamente, mas ela tem consciência de que as decisões e mudanças têm que serem tomadas por ela e não pelos outros. E eu achei este o ponto alto da história, que realmente me surpreendeu. E quando acabei de ler o livro, fiquei com a sensação de que a história estava concretizada, que o fim me satisfez. Com drama, emoção e comédia na dose certa.

Enfim, eu simplesmente amei.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Desaparecida
Se você tivesse a chance de recomeçar, o que você faria?
Ano: 2014
Páginas: 320
Editora: LeYaBrasil
Sinopse:
Quem nunca sonhou em recomeçar a própria vida do zero? A jovem advogada Emma Tupper se vê diante dessa oportunidade quando volta para casa, após passar seis meses desaparecida na África. Surpresa, constata que todos acreditam que ela estava… morta. Emma descobre que sua antiga vida foi apagada. O apartamento onde vivia acaba de ser alugado para um novo inquilino, o misterioso fotógrafo Dominic. No escritório de advocacia no qual construía uma carreira brilhante com vistas ao cargo de sócia, sua rival Sophie se apossou não só de seus clientes e de sua sala – mas também de seu namorado, Craig. Enquanto tenta resolver o caos em que se transformou seu mundo, Emma se questiona: ela era feliz antes de sua viagem à África? Tinha valido a pena se sacrificar tanto em nome do trabalho? Amava Craig de verdade? Queria mesmo ter aquela vida de volta? Romântico e espirituoso, Desaparecida revela a envolvente trama de uma mulher à procura de si mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!