Follow Us @soratemplates

04/02/2019

Resenha :: A Fuga do Lugar das Sombras


Olá, quero dividir com vocês um pouco da minha leitura desse livro. Gente, sério eu comecei a trilogia pelo livro dois sem nem me dar conta. Como as histórias são individuais não atrapalhou a leitura, você pode conferir a resenha de: Horas de Amor e Tensão, mas acho legal começar pelo primeiro livro, para não ficar como eu, morrendo de vontade de entender algumas coisas.

Então vamos lá, mais uma vez nesse romance policial adulto, recheado de mistério, o autor brinca com as passagens do tempo, explicando e prendendo a atenção do leitor aos detalhes, porque sabemos que pessoas e acontecimentos do passado, não estão sendo contados sem um propósito.

Sentaram-se na poltrona sob um silêncio desolador. Coisas de aparências.

Outra característica do autor é mostrar o perfil psicológico do personagem e as características físicas, sem nos "contar o que ele está pensando", nos deixando assim como detetives que tem que lidar com a descrição dos acontecimentos e fatos, para montar o  complexo quebra-cabeça, tanto dos mistérios, quanto das motivações, antes do desfecho onde tudo será, finalmente, revelado. A partir do momento dessa revelação, a história dá "voz" a alguns pensamentos que nos mostram as peças faltantes do quebra-cabeça.


O livro começa nos apresentando 4 amigos, adolescentes, que decidem aproveitar a viagem dos pais de um deles e curtir os prazeres de serem jovens. E assim, eles pegam o carro da mãe do dono da casa e partem para uma festa na cidade de Nova Esperança. Ali, guiados pela imprudência da idade misturada ao álcool e as drogas, a emoção do proibido e perigoso, cometem um crime. E para encobri-lo e deixar na impunidade, selam um pacto: decidem esquecer que aquilo aconteceu e seguir com suas vidas. Porém Oscar, diferente dos outros três amigos, não conseguiu esquecer e seguir adiante.

Ela não podia deixar aquilo acontecer com aquele rapaz simpático e bonito que havia conhecido tempos atrás. Fechou a porta, tremeu de medo, decidiu apostar sua vida.

E assim vamos, sendo levados a descobrir como foi a vida após "esquecer e seguir em frente", ou no caso de Oscar a penitência e o sofrimento com a culpa e as lembranças daquele dia, sem conseguir ter uma vida ou uma morte que alivie as dores dessa prisão. Assim, descobrimos que o passado tão presente para ele, volta a ser algo também na vida de seus amigos, afinal a dívida do ato naquela noite, começa a ser cobrada.

Com essa narrativa intercalada entre passado e dias atuais somos levados a redobrar a atenção a cada detalhe ou pessoa revelada na trama, porque cada informação poderá ser decisiva na hora de desvendar o mistério do que houve de tão terrível naquela noite.


Não era igual, parecia bem pior ... aquele rapaz já estava morto, encarcerado em alguma terra sombria.

Junto a esse mistério, vamos descobrindo que outros pequenos e grandes mistérios precisam ser desvendados antes do principal. A começar pelo título, que nos leva a indagar que alguns monstros no escuro são reais e outros não são nem de longe o que aparentam ser, que o mistério criado pela luz projetada num objeto pode enganar e criar algo que não está verdadeiramente lá. Afinal de contas, será que a prisão da culpa não é a pior prisão? Que nos prende dentro de nós mesmos, que nos impede de viver. Ou o desejo de vingança? Que aprisiona e torna-se uma obsessão que dá sentido a vida de quem luta por esse objetivo. A grande questão é: o que existiria depois de cumprido o desejo de vingar-se, liberdade ou um grande vazio?

E assim, em poucas páginas é impossível parar de ler e deixar de descobrir tudo sobre os eventos que estão acontecendo. Afinal o que é a verdade, senão a zona cinza entre as várias versões de um fato? E como podemos voltar a encontrar a luz que dá sentido a nossa vida,  quando estamos presos pela culpa, dor, remorso e desejos sombrios de vingança e punição, seja para com outro ou para com nós mesmos?


— O prazer foi todo meu. Obrigada por tudo. Sentirei sua falta. — Vomita o mundo de faz de contas que vive e recomece.

Deixo aqui meus parabéns ao autor por criar um livro que me surpreendeu várias vezes e de várias maneiras positivas, que criou com tanta sagacidade pontos de tensão e mistério e também momentos de uma delicadeza ímpar.  Aguardo ansiosa pelo desfecho da série.


Nota ::  4,5


Informações Técnicas do livro

A Fuga do Lugar das Sombras
Adriano Cipreste
Ano: 2016
Páginas: 200
Editora: Selo Jovem
Sinopse:
Nas margens do famoso e belo Rio Italiano, que era vital a cidade de Nova Esperança, numa noite triste, fria e sem brilho das estrelas, um grito de desespero cortou o silêncio da madrugada. Algo hediondo aconteceria naquela noite macabra...
Quatro amigos bêbados e possuídos pelo desejo carnal cometem um terrível infame. Após o trágico acontecimento, as horas viraram dias, semanas se tornaram anos.
Apenas mais um crime que não passaria de estatísticas, outra vez tudo seria esquecido. No entanto, não há segredo que o tempo não revele. O espectro retornou em busca de sua vingança.

Recomendado para maiores de 16 anos.


 _____Sobre o Autor_____

Adriano Cipreste


É capixaba, nasceu na capital do Espírito Santo, mas viveu a maior parte de sua vida na cidade de Pancas - ES, interior. Possui graduações em Ciências Contábeis, Matemática, Docência do Ensino Superior e Logística. É contador e Professor de Matemática da rede pública estadual. Ocupando atualmente a direção de uma escola.
É idealizador do projeto: O Círculo do Livro Rasgado. Pelo seu gosto por leitura resolveu escrever o seu primeiro livro: A fuga do lugar das sombras. Atualmente está escrevendo a sua segunda obra, um romance inspirado nas estrelas.

7 comentários:

  1. Essa história de vingança sempre dá o que pensar. Eu particularmente nunca me vinguei hahahaha mas acho que a sensação que fica depois não é a de alegria ou completude, acredito que fica até mais vazio.
    E pode deixar que vou começar pelo livro 1 tá!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oie.
    Eu gostei muito da premissa da história pois adoro esses livros que tem essa pegada mais de mistério e vingança, pois sempre são como uma jornada. Adorei a resenha, me deixou com vontade de ler.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Oi,tudo bem ?

    Não conhecia o livro,mas gostei bastante de toda a proposta, além do seu ponto de vista ter ressaltado bem as qualidades da obra e deixar claro que uma ótima indicação de leitura. Histórias de vingança sempre prendem bem o leitor a trama.

    ResponderExcluir
  4. Oieee, adoro livros assim que nos deixam como detetives a fim de montar o quebra cabeça, fico tão feliz quando consigo kkk.
    Adorei a proposta desse livro e as fotos também, vou anotar sua dica aqui.
    Ótima semana, bjus.

    ResponderExcluir
  5. Olá Elis, tudo bem? Não conhecia o livro que você resenhou mas, quero te parabenizar desde já, por ter escrito com destaque que se trata de um romance policial adulto, eu tenho lido algumas resenhas que não indicam que o livro é adulto. Eu amo o gênero romance policial, não importa se são filmes, séries de tv ou livros sempre, que acho algum interessante estou assistindo.

    Essa história chamou muito a minha atenção por falar sobre vingança que, apesar de ser uma proposta muito utilizada e algumas vezes abusada..rs, sempre tem espaço para um bom livro. Vou esperar a resenha dos próximos livros da trilogia para saber a sua opinião.

    Beijos e Abraços VIVI
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  6. Hey, Elis, tudo bem?
    Comecei (como todo bom leitor) a analisar o livro pelo material primeiro e sem muito expectativa, mas sua resenha foi incrível! Admiro bastante quando conseguimos desenvolver uma reflexão em cima de um livro, sabe? Terminei de ler sua crítica querendo saber bem mais sobre a história e em como o personagem Oscar foi trabalhado.

    Ótima resenha.
    Com carinho,
    Jessie.

    ResponderExcluir
  7. Oi Elis, tudo bem?
    Nossa, que premissa D: Lembrei daquele filme "Doce Vingança". Eu sou o tipo de pessoa absurdamente ansiosa, então não conseguiria ler uma história dessas, repleta de mistério, em doses saudáveis. Com certeza perderia horas de sono só pra poder concluir a trama. E por se tratar de uma série ainda por cima, esse é o tipo de leitura ideal pra se realizar nas férias, rsrs. Adorei a resenha e a recomendação. Beijos <3

    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!