Follow Us @soratemplates

19/05/2020

Resenha :: Delícias e Malícias

*recebido em parceria com a Editora Valentina

Olá, pessoa!! O livro de hoje é um livro que recomendo para todo mundo, maior de 16 anos, que nesses tempos mais complicados desejam uma leitura divertida, com uma comédia leve e deliciosa, uma personagem cheia de malícias e outra especialista em delícias e em se meter nas situações mais constrangedoras.

Acho que a maioria conhece o filme de De Pernas pro Ar, estrelado pela Ingrid Guimarães. Bem, é mais ou menos a pegada dessa história e ambos são ótimas pedidas para uma dobradinha livro + filme com pipoca e chocolate.


Logo no começo vamos conhecer Claire, que é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha em um bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga Liz (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos e isso, gente, sério, no melhor estilo de vendas Tupperware. (Sabe aquela hora que você escreve a cena rindo, pois é.). Logo Claire descobre que a amiga está bem mais para amiga da onça.

Quem será que tinha inventado uma merda dessas? Ah, me lembrei.... Liz, minha ex-melhor amiga. Aquela que decidiu montar um negócio de brinquedinhos sexuais sem me contar nada, só para me convencer a trabalhar para ela.

Mas na verdade o sonho de Claire é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muito chocolate. Bem, aqui você já entendeu bem a capa não é mesmo?? Eu particularmente gostei mais da capa assim que ela "fez sentido".

No decorrer do livro, vamos vendo que a história é muito mais que apenas sorrisos e vergonha alheia. Claire é mãe solteira e faz tudo para criar seu filho Gavin de 4 anos que, como vamos saber, é fruto de uma única noite com um rapaz que conheceu em uma festa de faculdade. Como problema pouco é bobagem, Carter reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar. Ela se mostra determinada a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. 

— Humm.... Tequila, por favor? — repeti o pedido, com tom de pergunta, enunciando cada palavra da melhor forma que minha boca bêbada permitia. Na verdade, o que saiu foi: Ush, shakira pavor?

Só que existe uma terceira pessoa na relação — lembre-se de Gavin, que, no auge de seus 4 anos, é desbocado e inconveniente —, alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo. Agora que já te apresentei a Carter, posso dizer que a narrativa do livro é alternada entre eles — Claire e Carter. Com isso vamos entender o que houve naquela noite e porque o bonitão da festa apenas se lembra do cheiro de Claire e não dela.


Amizade boa é aquela que quando você cai, morre de rir e te ajuda a levantar, e Liz é aquela amiga que mesmo fazendo a amiga morrer de vergonha, beber para criar coragem e colocá-la em uma fria com um vibrador nas mãos, também é dona de um coração de ouro, capaz de tudo para realizar os sonhos da amiga, inclusive sendo sócia, com ela, em um negócio de dois produtos, "brinquedos" e doces.

Meu filhinho adorável corria pela sala com meu “Jack Rabbit” apontando para o alto, acima da cabeça, como se fosse um gladiador pronto para a batalha — um gladiador empunhando uma "espada" roxa com cinco velocidades.

A  pegada do livro conquista ainda mais por não haver aquelas desculpas ridículas e um moralismo falso para o casal não ficar junto. Outra coisa é que não existe um mimimi pelo que aconteceu ou deixou de acontecer. Até porque Gavin, com seu “sincerocídio” ligado ao máximo, não deixa isso acontecer de jeito nenhum. Outra coisa que amei foram as atitudes de Carter, que mostram um homem feito e não um garoto brincando de ser adulto.

Não falei muito dos personagens secundários, apesar de todos serem maravilhosos e terem um papel fundamental na história e em várias cenas mega engraçadas, para não estragar seu prazer em descobrir à medida que for lendo. Sério! Mesmo eles te conquistam de um jeito único, porque são absurdamente reais, do tipo: "Nossa, parece fulano que eu conheço". E assim, em uma história cheia de piadas sexuais e diálogos de duplo sentido, cenas picantes com ou sem álcool na medida certa, personagens loucos e diretos, um garoto precoce e tão inteligente que chegava a ser assustador, temos uma história para nos tirar de qualquer “depre” ou ressaca literária e tornar o dia melhor, afinal não somos nós que estamos passando vergonha. 


Sim, eu sei que a capa é ponto de discórdia, mas eu acho ela simplesmente hilária! E como já disse, depois de entender a capa, gostei ainda mais. A edição está com uma tradução incrível (porque não transformou os trocadilhos em piadas brasileiras e assim deixou de um jeito hilário), com uma ótima diagramação, em papel amarelo com fonte mega confortável para leitura. Leia e divirta-se!!!


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Malícias e Delícias
Ano: 2015
Páginas: 304
Editora: Valentina
Sinopse:
CUIDADO: Esta história de amor pode matar você de tanto rir. Ah, e está escandalosamente lotada de porres homéricos e, hummm, sexo da melhor qualidade!

Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate.
Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela.
Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!

Não recomendado para menores de 16 anos.


Para comprar:

Livro Físico

E-book


Para a Editora Valentina, leitura é, acima de tudo, entretenimento.
Olho vivo e faro fino.
Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a pinscher dessa editora encarna esse lema como ninguém.


Conheça mais sobre a Editora Valentina
em seu site e redes sociais:
Site │ Instagram │ Facebook │ Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!