Follow Us @soratemplates

21/08/2019

Resenha :: Na Taverna do Bardo (Contos 1 e 2)


Oi, leitores. Hoje venho compartilhar sobre as leituras de contos que podem ser lidos de forma independente, mas que farão parte de uma linda antologia chamada "Na Taverna do Bardo". Que vai certamente encantar leitores do gênero fantasia e também os apaixonados por romances. 

De forma delicada e graciosa, a autora Ida vai nos colocando dentro de um novo mundo, que nos leva a desbravar junto com ela enquanto o constrói. Nos permitindo, assim, perceber sua crescente na escrita e também a desenvoltura que a nova terra conquistada vai concedendo a autora.

De forma emocionante, sério, só consegui falar sobre o primeiro conto, após a leitura do segundo, as histórias trazem todo encantamento e tragédia próprios dos amores possíveis e impossíveis que tem seus destinos cruzados com seres encantados e míticos. Criando um paralelo com as barreiras e impedimentos próprios da vida, e também os finais que não estão em nossas mãos para os definir se serão finais felizes ou tristes.


 Sob a pele da Gazela

Nesse primeiro conto somos levados a nos perguntar sobre o que acontece quando o destino proporciona o encontro de uma jovem que vive na floresta, sob a pele de um animal, com um feroz guerreiro, afoito a caçadas e guerras? 

O embate claro entre forças opostas como vítima e caçador, presa e predador, são as portas para outras perguntas, que acontecem à medida que esse encontro se desenrola e, assim, vamos assistindo a trama e o questionamento inevitável que vem com o final desse primeiro conto. Nem mesmo o amor pode ser capaz de romper com o destino?


 Príncipe Arminho

Nesse conto de fadas temos um príncipe bem distante daqueles narrados nos contos recriados pela Disney. Aqui temos alguém sem responsabilidade, limites ou senso de dever e honra. Assim, ele acaba por colher os frutos da vida que vivia, e se vê sozinho vagando por uma terra encantada povoada por fadas um tanto arteiras. Essas, que nada lembram as madrinhas, rogam uma maldição que mudará o destino de um jovem rapaz.

Claro, que diferente da magia negra, essa é para que a vivência dessa provação traga ao jovem um aprendizado que, em um futuro, o faça por merecer a quebra do encantamento, porém não antes de descobrir o verdadeiro valor do amor, dos relacionamentos entre seres vivos e da magia, propriamente dita.

E esse dia parece próximo ao com que ele, em sua condição, encontra uma princesa de coração quebrado, vítima das regras infringidas a mulheres. em especial na condição de filhas do rei, que a faz optar por seguir o caminho da única alternativa que parece viável.


E assim, nesses dois contos curtinhos e deliciosos de ler, me deparei com personagens que, apesar de costumeiramente figurar os contos fantásticos, são de um ineditismo bem-vindo, com pontos que tocam o mundo real, e o bom clichê que faz do fantástico possível. Mesmo que esses contos não garantam o felizes para sempre, cada um traz o "gancho" para próxima história, que fica impossível não querer a próxima história para tornar a experiência de leitura completa e rica.

Termino assim dizendo que já estou aguardando a edição com todos os contos integrantes dessa série e, claro, pelo próximo conto que ainda está por ser escrito. A edição que li foi a em e-book que está disponível na Amazon.


Nota ::  4,5


Informações Técnicas do 1° conto

Sob a Pele da Gazela
Na Taverna do Bardo
Ano: 2017
Páginas: 4
Editora: Independente
Sinopse:
Este é um dos meus primeiros contos dentro da Literatura Fantástica. Uma amostra de um mundo que estou desbravando e construindo para vocês leitores
O que acontece quando o destino proporciona o encontro de uma jovem vive na floresta, sob a pele de um animal com um feroz guerreiro, afoito a caçadas e guerras?
Será o amor uma dádiva ou uma maldição quando a magia da floresta é a única companheira de uma donzela por toda sua vida?


Informações Técnicas do 2° conto

Príncipe Arminho
Na Taverna do Bardo
Ano: 2019
Páginas: 6
Editora: Independente
Sinopse:
Um príncipe sem responsabilidade. Uma terra encantada povoada por fadas um tanto arteiras. E uma princesa de coração quebrado e grande dor em si presa. 
Uma maldição que mudará o destino de um jovem rapaz que aprenderá o valor do amor, dos relacionamentos e da magia.


_____Sobre a Autora_____

Idayana Borchardt



Idayana Borchardt costuma se definir usando três palavras: aquariana, musicista e escritora. A jovem capixaba, nascida em 1990, escreve poesias e contos desde os 16 anos, mas só recentemente começou a divulgar seus textos.
Graduada em Pedagogia e aluna da Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Espirito Santo, iniciou suas publicações no meio literário em 2014, quando publicou o poema “Insurgente” na antologia poética “Concurso Nacional de Novos Poetas – Poesia Livre”, pela editora Vivara. No ano seguinte, em 2015, participou das antologias “Além das Cruzadas” e “Outrora”, ambas publicadas pela editora Andross, com os contos “Do Despertar ao Desespero” e “Ambuletis”, respectivamente. 
Em 2016, com a narrativa “Sing for me”, fez parte da coletânea de contos “Pensamentos Eletrônicos”, pela editora Darda. Seu mais recente trabalho foi o poema “Aos pés do Moxuara”, selecionado no 4º concurso Semente Literária – João Bananeira 2016, e publicado em livro de mesmo nome.
Em março de 2017 a autora lançou seu primeiro livro, intitulado "O Som das estrelas caídas", no gênero poesia.

Um comentário:

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!