Follow Us @soratemplates

14/09/2019

Resenha :: Destinos Quebrados


Vamos falar de um livro que nos leva de volta ao início da série e nos deixa com o coração repleto dos mais belos sentimentos, que nos mostram mais uma vez o porquê do amor pela escrita da Sofia Silva, e de onde vem o orgulho de #souquebrada.

Começo alertando que para ler esse livro não é preciso ter lido o primeiro da série, mas é fundamental ter lido o livro anterior, porque as histórias se entrelaçam em determinado momento e seguem juntas. Fazendo muito mais sentido a quem conhece o livro anterior e evitando spoilers do que houve e, de certo modo, tendo te preparando para o que virá.


Essa história começa nos contando sobre a ida de Rafaela, como jovem prodígio, a Portugal para estudos e que, desde o início, as coisas não sairiam exatamente como planejado. Assim vamos conhecendo e entendendo todo o idealismo, garra e coragem que fizeram a clínica que conhecemos no primeiro livro Sorrisos Quebrados (clique aqui para ler a resenha) existir e receber pessoas como a nossa Paola; mostra também o caminho que não foi fácil. O mistério do porquê do fim do relacionamento dela com Leonardo, um final de relacionamento amargo, sofrido, Rafaela e Leonardo seguiram as suas vidas. Ela no Brasil e ele em Portugal.

O amor é um sentimento único. Amamos ou não, e isso é o importante. Tudo que eu quero é ser feliz, mais nada.

Em meio a essa parte da história, Sofia Silva habilmente prepara nossos corações para o que já de antemão sabemos que virá. Mas o que é brilhante nessa parte é que ela mostra várias facetas sobre um relacionamento que começa. Como o preconceito para com o estrangeiro, as dificuldades em absorver uma nova cultura e a solidão que acompanha quem deixa tudo para trás em busca de um sonho, um lugar ao sol ou simplesmente de se encontrar.


Como sabemos em Corações Quebrados (clique para ler a resenha), a vida mais uma vez acrescenta dor ao coração de Rafaela, onde ocorre um acidente,  tendo como vítimas a família de sua irmã, trazendo para a clínica a jovem Emília, sem conseguir lidar com o que houve e sem grandes avanços em seu tratamento. Forçando a Rafaela a abrir mão de sua cautela quanto ao passado e buscar um reencontro que ela sempre soube que seria doloroso, caso viesse a acontecer.

Dentro dessa narrativa, a história mostra outra faceta do amor, o que somos capazes de fazer por quem amamos, para ajudar ao nosso próprio sangue mesmo sabendo que isso terá grandes consequências. Mas que nunca, mesmo nos pensamentos mais pessimistas, poderia ter imaginado as reais consequências que teria sobre sua vida presente e futura. Afinal ela, assim como Leonardo, acompanhava a carreira um do outro, sem conseguir seguir com a vida por carregarem um peso do passado, um assunto mal resolvido que faz com que o presente exista, mas um novo futuro não.

Essa Flor perdeu todas as pétalas. Hoje sou espinhos afiados e não sei se algum dia poderei ser algo diferente.


Resiliência. Que no dicionário significa, “a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas — choque, estresse, algum tipo de evento traumático, etc. — sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, por encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades”; e que nesse livro poderia ser definido como Rafaela.

Não existe uma maneira doce de dizer o quanto Rafaela se dobra para não quebrar, o quanto ela busca dentro de si o motivo para continuar seu sonho, e como ela se torna uma sombra do que foi e que passa a viver através da clínica, que resume em si seu propósito de existir. Que de tanto não viver, não consegue permitir que vejam sua dor e a ajudem a colocar os pedaços de volta em seu lugar e fazer com seu sorriso chegue aos olhos.

— (...) Há um tempo você disse que todos temos o direito de quebrar, mas se esqueceu de dizer que poucos nos ajudam a unir os cacos que ficam soltos dentro de nós.

Mas antes que você me pergunte porque amei tanto essa história, deixo aqui a maior lição que tiro de cada livro da Sofia, ESPERANÇA. Enquanto existir vida, existe a chance de que ela possa ser vivida de uma forma plena mesmo com suas dores. Que à medida que deixamos no passado o pior do que vivemos e trazemos para nosso presente apenas o aprendizado; o amor e o perdão serão a liga que unirá os pedaços em que nosso coração foi partido. Que nos perdoar é tão importante quando liberar o perdão e que o amor, mesmo que perdido, pode ser reencontrado, não no passado, mas em um novo presente que vai construir o futuro em que será vivido.


É de uma forma brilhante e verdadeira que a Sofia Silva entrelaça as histórias de seus personagens anteriores e futuros numa trama que emociona e fascina desde as primeiras páginas. Que mostra de forma brilhante e bem construída uma história de amor, que começa e termina e que luta para recomeçar e permanecer. Que mostra que o amadurecimento, tanto físico quanto emocional, pode ser necessário para superar a cegueira dos nossos conceitos pré-concebidos e o orgulho que nos impede de ver a verdade a frente dos nossos olhos.

Não falamos uns com os outros porque, às vezes, é no silêncio mais comum que vivemos os momentos mais extraordinários.

Por fim, eu quero deixar registrado que Sofia conseguiu escrever lendo a alma de seu personagem, colocando nas páginas algo que só quem viveu sabe a dor que é passar por aquilo. E mais uma vez, me senti representada, entendida, acarinhada. Obrigada, Sofia, por mais uma bela história sobre ser humana e sobre como encontrar o próprio caminho para ser feliz, apesar de tudo.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Destinos Quebrados
Há amores que nunca terminam
Série Quebrados #3
Ano: 2019
Páginas: 248
Editora: Valentina
Sinopse:
Há um tempo você disse que todos temos o direito de quebrar, mas se esqueceu de dizer que poucos nos ajudam a colar os cacos que ficam soltos dentro de nós.
Após um final de relacionamento amargo, sofrido, Rafaela e Leonardo seguiram as suas vidas. Ela no Brasil e ele em Portugal.
Embora renomados profissionais, ambos continuam presos a um passado que os atormenta. A questões que ficaram sem resposta.
Dez anos depois, são forçados a um reencontro doloroso sem imaginarem que esse momento trará consigo segredos que ficaram enterrados. E, talvez, alguns devessem permanecer por lá.
DESTINOS QUEBRADOS é um romance dramático sobre a construção e destruição do amor pelo orgulho e pelo preconceito. Sobre a nossa capacidade de resiliência e perdão.


Para a Editora Valentina, leitura é, acima de tudo, entretenimento.
Olho vivo e faro fino.
Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a pinscher dessa editora encarna esse lema como ninguém.


 _____Sobre a Autora_____

Sofia Silva


Sofia Silva nasceu em Vila Nova de Gaia, Portugal. É licenciada em Ensino Básico (1º Ciclo) pela Universidade de Aveiro.
Amante da literatura, em especial da poesia e, nela, de Pablo Neruda. Sempre gostou dos sentimentos contidos nas palavras e do poder que exercem sobre os leitores. Ávida devoradora de romances, com predileção pelos dramáticos de final feliz, desde jovem participa ativamente do meio literário.
Em dezembro de 2014, iniciou-se na ficção através da plataforma online Wattpad com a Série Quebrados, cujo foco são histórias sobre violência doméstica, deficiência física e abuso sexual.
Com mais de 1 milhão de leituras e o apoio fervoroso das leitoras brasileiras, publicou, dois anos depois, o seu primeiro livro na Amazon, Sorrisos Quebrados, atingindo o top 10 de vendas em ebook no Brasil.
Para o futuro, deseja continuar a dar voz aos problemas da sociedade através de personagens que ultrapassam inúmeros obstáculos e merecem ser felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!