Follow Us @soratemplates

21/12/2019

Resenha :: Alma Negra (Mestres da Maldição #3)


  Pode conter spoiler dos livros anteriores.

Confira a resenha dos primeiros livros da trilogia!


Chegamos ao último livro dessa trilogia que trouxe um “que” de novidade para os universos de fantasia infanto-juvenil, que usam sempre os mesmos tipos de personagens míticos (vampiros, lobisomens, fadas...), que não julgo, pois também amo, mas é sempre bom dar uma renovada na criatividade. E, independente de se gostaram ou não da trilogia, com toda certeza ela já ganha pontos extras por isso.

Está na hora de ir com tudo, para um lado ou para outro. Está na hora de decidir no que quero acreditar.

Alma Negra é uma bola de neve em formato literário. As consequências das decisões que Cassel tomou nos livros anteriores, e que o levaram até ali, estão começando a aparecer e o obrigando a se envolver mais ainda em problemas que não seriam dele. Aqui chegamos à conclusão definitiva que ele tem uma família horrível, apesar de não conseguir odiar nenhum por completo, ele vai tentando o tempo todo arrumar as besteiras em que se metem e fica cada vez mais preso por consequência.

Agora ele terá que armar o maior golpe de sua vida enquanto sofre pressão da Máfia, FBI e da escola, além de tentar controlar seus próprios sentimentos em relação a Lila. 

Ela foi a paixão épica da minha infância. Foi a tragédia que me fez olhar dentro de mim mesmo e ver meu coração corrupto. Ela foi meu pecado e minha salvação.

A questão política da sociedade, que antes rodeava o enredo dos livros anteriores, entra bem mais forte nesse último livro. A preposição 2 para que todos os mestres sejam identificados está mais próxima de ser aprovada, e Cassel cada vez mais envolvido, apesar de suas tentativas de se afastar anteriormente.

A relação com os amigos foi, em momentos, bem explorada, Sam e Danecca são bem trabalhados nesse livro, apesar de achar que ouve uma criação de núcleo de novos acontecimentos para eles acabarem se afastando da trama central que Cassel estava envolvido. O que não ficou ruim, deu mais movimento para a história, mas ao mesmo tempo acumulava o protagonista com coisas para serem resolvidas, mas ele trabalhou muito bem em sua função de faz tudo, rs.

Sinto que não sobrou nada. Não há vontade de lutar em mim.

Não vou me prolongar em detalhes dos acontecimentos. Minha opinião geral é que, dentro do gênero Infanto-juvenil, acho Mestres da Maldição uma das tramas mais bem desenvolvidas, com ótimos personagens e sem muitas brechas. Ele entrega o que se propõem, é uma leitura extremamente divertida e com ótimas reviravoltas.

Não vai ser uma leitura que vai mudar sua vida, mas com certeza não foi uma perda de tempo. É um universo que eu adoraria que fosse mais explorado, mas digo que foi um dos finais mais divertidos que li. E não sigam o exemplo dele 😉.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Alma Negra
Mestres Da Maldição #3
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Rocco
Sinopse:
Cassel Sharpe cresceu achando que era um ser humano comum, sem habilidades especiais, até descobrir que estava sendo manipulado por seus irmãos para se tornar um trapaceiro e assassino. Afinal, ele é um tipo raro e muito poderoso de mestre da maldição, capaz de transformar objetos e seres vivos em algo completamente diferente com um simples toque. Depois de Gata branca e Luva vermelha, o jovem está decidido a deixar o passado de fora da lei para trás. Mas para isso tem que tomar decisões difíceis, como se afastar de seu grande amor, e reaprender a distinguir a linha tênue que separa o certo do errado, a verdade da mentira – mesmo com seu coração, e sua vida, correndo risco. Com uma trama envolvente, Alma negra é o eletrizante desfecho da trilogia Mestres da Maldição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!