Mostrando postagens com marcador Romance Histórico. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Romance Histórico. Mostrar todas as postagens

06 novembro, 2020

03 março, 2020

Resenha :: 1808

03 março 0 Comentários
*recebido em parceria com 0 Sebo Pacobello

Olá, tudo bem? Hoje quero trazer um livro que além de uma leitura quase obrigatória para todo nascido no Brasil, também trouxe surpresas e a certeza de que para se entender o presente é preciso revisitar o passado em uma versão mais próxima do que realmente aconteceu, com pouca ou nenhuma interferência das convicções do historiador e muito do desejo de contar a verdade dos fatos.


Mas isso não precisa ser de uma forma acadêmica, maçante e pouco atrativa, pelo contrário. Com o talento do autor e jornalista Laurentino Gomes, ganhou uma narrativa cativante, de fácil compreensão e muito fluida, cujos sentimentos se alternam entre os fatos e relatados em capítulos curtos, que evitam um possível tédio durante a leitura caso fossem muito extensas.

O começo é tratado da forma mais honesta possível, todo um reino e seu séquito fugiram da guerra e do poderio de Napoleão, que abandonou seu povo a própria sorte, e vieram para as terras do Brasil, sem fazer nenhuma questão pelos que aqui estavam. Já nesse início, aquela história que ouvi na escola, nos tempos de "primário", contada de forma tão bonita pelos livros de "estudos sociais", ficou caricata perto do que realmente foi, de como foi. Afinal, não apenas os motivos, mas as mazelas da viagem (não era rápido e nem bonito) são contadas de forma verdadeira e até cômica do que se passou em alto mar na vinda da corte para cá. 

Traz de maneira clara as mudanças que toda essa gente trouxe com sua mudança repentina a então colônia, desalojamentos (cuja história rendeu boas risadas) e também a estrutura de "grande cidade", que foi sendo construída para replicar, ao máximo, a vida que se tinha em Portugal, mas o Brasil sendo Brasil (desde sempre) mostrou que isso não seria bem assim.


Outro sentimento durante a leitura foi de tristeza, de ver que mazelas como corrupção, a lei do "sabe com quem você está falando?", dentre outras estão atreladas ao modo de viver do brasileiro, chegando-se ao ponto de ser vergonhoso ser honesto. Dentre tantas outras facetas do começo do que seria hoje o Estado Brasileiro.

Ao terminar a leitura desse livro, vi muito do Brasil de hoje ali. Desde o jeito de rir das tristezas, tentar encobrir a verdade com meias mentiras e a valentia do povo que construiu os primeiros anos da nossa história para serem, finalmente (para mim), retratados de uma forma digna ao meu modo de ver. Leia e redescubra você também o Brasil.


Minha edição é a da Editora Planeta, com uma capa linda em detalhes dourados em alto relevo e foto do D. João VI, páginas amarelas com linha do tempo e ilustrações em um tipo de papel diferente, mostrando ainda melhor os detalhes e preservando as gravuras de forma mais eficiente, fonte e diagramação excelentes e não encontrei erros de grafia ou digitação.


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

1808
Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil
Ano: 2012
Páginas: 408
Editora: Planeta
Sinopse:
A fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas, escravidão formaram o caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua instalação no Brasil.
O propósito deste maravilhoso livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte lusitana no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. Escrita por um dos mais influentes jornalistas da atualidade, 1808 é o relato real e definitivo sobre um dos principais momentos da história brasileira.


Para comprar:


Conheça mais sobre a Livraria e Sebo Pacobello
em seu site e redes sociais:
Site │ Instagram │ Facebook

22 setembro, 2019

Resenha :: Esperança

22 setembro 0 Comentários

Oi, faroleiros, este foi o primeiro livro que li desta autora e eu o escolhi por ser um romance de época, estilo literário que amo. Também amei a capa e fiquei intrigada com a sinopse. Ao conversar com minhas amigas que já leram livros desta autora, fui informada que as personagens dela costumam sofrer bastante, mas cada livro é um livro e cada leitura é uma leitura, então resolvi não me preocupar. Não tenho problemas com dramas, contanto que o final seja feliz ou satisfatório.

Ao receber o livro, que veio num pacote lindo da editora, a minha primeira surpresa foi o seu tamanho, um calhamaço... rsrsrs... Confesso que não tinha observado o número de páginas ao escolher lê-lo, vi de cara que não seria um simples romance de época, e realmente não é. É um romance histórico maravilhoso que nos põem tão dentro da história, que me senti vivendo junto à personagem.

A história em si gira em torno da personagem Hope, uma criança que nasceu de um adultério, que foi escondido e ela, para sua sorte, foi levada pela criada que lhe ajudou a nascer para seus pais e ela acabou sendo adotada por eles e, por diversos fatores, ninguém nunca suspeitou que ela não fosse filha verdadeira, a caçula.

— É um milagre! — exclamou, sua voz escoando na escada. Todos sabiam que bebes recém-nascidos choravam para anunciar que estavam vivos e passando bem. Ela nunca tinha ouvido falar de algum que ficasse em silêncio, a não ser que fosse muito fraco para sobreviver. A menos que aquela fosse uma filha das fadas.

Este pensamento foi o que levou Nell a levar a menina para o seu lar sabendo que sua mãe, com sua infinita compaixão, mesmo já tendo 10 filhos para criar e alimentar, iria aceita-la. Assim, deram-lhe o nome de Hope e a criaram com todo amor. E isso foi fundamental para sua sobrevivência no futuro, pois os Renton a criaram para ser forte e viver na realidade de todas as dificuldades que os pobres viviam.

Muitas coisas acontecem, são muitos personagens que acompanharemos durante toda a história, além dos que se entrelaçam a vida da Hope até o final do livro. Uma história rica nos detalhes históricos daquela época. Eu sempre me impressiono em como o povo era porco, a falta de higiene e banho é impressionante na população pobre das cidades e de algumas pessoas do interior também, o que sabemos, era o grande fator para as epidemias da época. A história retrata com detalhes um período de cólera na cidade de Bristol onde a Hope se encontrava.

A ignorância e apatia eram os verdadeiros males de Lewins Mead. Embora se pudesse alegar que os moradores viviam em condições que tornavam impossível manterem-se limpos e saudáveis, poucos deles o tentavam, ou até mesmo achavam que isso fosse desejável.

A história vai crescendo e se aprofundando à medida que a personagem vai crescendo e o enredo vai se desenvolvendo. Fui ficando cada vez mais presa e querendo saber qual seria a próxima coisa a acontecer, bem como torcendo para fatos felizes acontecerem a Hope, pois ela sofre, tadinha, não é spoiler, pois a própria sinopse nos relata que sua vida não será fácil.

Fiquei impressionada com a pesquisa da autora e a forma como ela retratou os fatos históricos ocorridos naquele período, pelos lugares onde a personagem passou. Fiquei muito satisfeita com a escrita da autora, a forma como ela desenvolveu a história, a maneira que ela descreveu os fatos e inseriu os personagens em meio a todos os fatos reais narrados. Também amei a linda homenagem ao trabalho das enfermeiras e como, a partir desta guerra, elas passaram a ser mais valorizadas. Este é um romance espetacular que vale muito ser lido.
                  
Encerro dizendo a autora, mesmo continuando a apertar meu coração já no final do livro, criou um final muito lindo e emocionante, porém eu sou uma pessoa muito coração e flores em um romance e gostaria que ela tivesse sido um pouco mais romântica para uns personagens secundários. Ela bem que poderia ter criado aqueles epílogos tão comuns nos romances de época... Afinal, depois de tantas páginas, algumas a mais não fariam diferença. Só por isso não favoritei, mas ele merece nota máxima, com certeza, 5/5.


Boa leitura

Carolina Finco


Nota :: 


Informações Técnicas do livro

Esperança
Ano: 2019
Páginas: 560
Editora: Arqueiro
Sinopse:
Inglaterra, 1836. O nascimento de Hope pode ser o prelúdio de um escândalo. Prova do adultério da aristocrata lady Harvey, a menina é entregue a uma das empregadas e cresce sem saber de sua verdadeira origem.
Porém, quando completa 14 anos e vai trabalhar na mansão dos Harveys, ela vê algo que não deveria e é forçada a fugir para os cortiços de Bristol, em meio à miséria e à doença.
Durante uma epidemia de cólera, a coragem e a gentileza de Hope provocam uma reviravolta em sua vida e ela se vê envolvida em uma guerra, cuidando dos doentes. Mas o destino parece ter outros planos para Hope, e logo a jovem precisará enfrentar os segredos por trás de seu nascimento.
Esperança é um romance impactante sobre uma mulher que, apesar de todos os empecilhos, mantém em seu coração o desejo de um dia encontrar a felicidade que tanto merece.